Menu
6 de dezembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Procon-MS

Bancos e financeiras são destaque no ranking de mau atendimento

Banco Bradesco lidera as denúncias por mau atendimento, seguido de perto pela Bradescard nos dois primeiros anos da verificação

3 Dez2019Da redação09h25

Levantamento realizado pelo setor de Pesquisas da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor – Procon/MS, órgão integrante da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho – Sedhast, apresenta o ranking de atendimentos pelo Procon Estadual em relação a empresas do sistema financeiro no qual fica demonstrado que os serviços estão aquém do que poderia ser considerado razoável. Foram verificados 28 CNPJ diferentes.

De acordo com os registros, em se  tratando de relação de consumo, organizações financeiras só são superadas em prestação de serviço de má qualidade, pelas concessionárias de serviços públicos. E, no ranking apresentado em termos comparativos entre os anos 2 017 e 2 018 e entre 2 018 e 2 019, o Banco Bradesco lidera as denúncias por mau atendimento, seguido de perto pela Bradescard nos dois primeiros anos da verificação. Já em comparação com 2 019, o mesmo banco continua líder seguido pelo BMG.

Vale ressaltar que, também integrante do grupo, o Banco Bradesco Financiamentos, consta entre os piores prestadores de serviços nos dois períodos. Nos dois levantamentos a Caixa Econômica Federal ocupa o terceiro lugar no volume de atendimento de cidadãos pelo órgão estadual  de defesa do consumidor. Vários outros bancos, entre os quais o Banco do Brasil, Santander, Panamericano, Itaú Unibanco, Safra e Banrisul também são alvo de  reclamações.

O levantamento, entretanto, não se limitou a organizações bancárias. Financeiras administradoras  de cartões também se encontram posicionadas com grande número de irregularidades. Como exemplo, temos Pernambucanas, Midway S.A, Calcard, Crefisa, BV Financeira,  Luizacred, Cetelem, Losango  e Aymoré Crédito, Financiamento e Investimento S.A., entre outras. Administradoras de consórcios não ficaram de fora. O mau atendimento foi denunciado em relação a Multimarcas, consórcios nacionais Volkswagen e Honda.

Veja Também

Mutirão busca acordos entre consumidores e empresas no Cijus
Energisa poderá ter que emitir fatura separada de iluminação pública
Prevenção ao câncer de pele será foco de Campanha em MS
Gestante poderá remarcar teste de aptidão física em concurso
Consórcio arremata MS-306 por R$ 605 milhões em leilão na Bolsa do SP
Agetran interdita ruas para eventos neste fim de semana
Preço da carne sobe em todas as capitais pesquisadas
Coordenadores têm até amanhã para preencher questionário do Enade
Apostador de São Gonçalo acerta seis dezenas da Mega-Sena
Contribuintes enfrentam fila e chuva