Menu
11 de dezembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Capital

Bancários fecham agências em protesto contra MP 905

Todas as agências bancárias irão abrir uma hora mais tarde

21 Nov2019Da redação09h35

Na manhã desta quinta-feira, dia 21, o Sindicato dos Bancários de Campo Grande-MS e Região vai retardar em 1 hora a abertura das principais agências bancárias do centro da cidade. O protesto  é nacional contra a Medida Provisória 905/2019, assinada dia 11 pelo presidente Jair Bolsonaro.

A Medida Provisória passa por cima da Convenção Coletiva de Trabalho dos Bancários e libera a abertura dos bancários aos sábados, além de aumentar a carga horária dos bancários de 6 para 8 horas diárias.

O Artigo 611-A da CLT diz que os acordos coletivos têm prevalência sobre a lei. No caso dos bancários, existe um convenção coletiva em vigor.

Para a presidente do SEEBCG-MS, Neide Rodrigues, esse é mais uma ataque brutal aos direitos dos bancários. “A todo momento este governo está retirando direitos dos trabalhadores. Agora, essa medida desrespeita  acordo selado entre os bancos e os representantes da categoria bancária. Esse acordo foi aceito pelos bancos e precisa ser respeitado, é uma questão legal. Não podemos aceitar essas mudanças pacificamente”, comenta.

Veja Também

Sistema de Vigilância é ativado na Penitenciária de Dourados
Instrução Normativa estabelece padrão de qualidade e identidade para a cerveja
Prefeitura vai concluir prolongamento da Avenida Rita e novo acesso ao macroanel
Mais de 300 mil vítimas ficarão sem Seguro DPVAT no ano que vem
Governo anuncia versão digital de diplomas com custo 80% menor
Período para pré-matrícula da REE segue aberto até 31 de dezembro
Chove o dia inteiro
Dpvat é ineficiente, afirma estudo do governo
Sindicato do transporte levará propostas à categoria
Morre o advogado e radialista Iussef Tajher Iunes