Menu
6 de junho de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Segurança Pública

Balanço aponta redução no número de homicídios em 4 anos

De acordo com a Sejusp 100% dos casos de feminicídio foram elucidados

14 Jan2020Da Redação12h50

A Secretaria Estadual de Segurança Pública - Sejusp, juntamente com a Polícia Civil e demais órgãos estaduais de Segurança divulgou nesta terça-feira (14), os números relativos a produtividade no ano de 2019.

O secretário estadual de Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, enfatizou os bons números alcançados pelas forças e a expectativa de melhora neste ano devido aos investimentos que vem sendo realizados pelo programa MS Mais Seguro. "Foi um ano muito promissor. Fruto de muita integração, de muita dedicação e também resultado dos investimentos que foram feitos. Nós começamos a colher desde o MS Mais Seguro e para este ano a expectativa é muito boa pois já temos aportes financeiros do fundo Nacional de segurança pública, das emendas da bancada federal. Então nós temos uma expectativa muito boa de entregas", avaliou. Ele apontou ainda a redução de 44% nos crimes de latrocínio.

O Delegado Geral da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul, Marcelo Vargas Lopes, reforçou a importância da manutenção e aprimoramento dos resultados obtidos em 2020. "Na contramão do que vive o Brasil, Mato Grosso do Sul vem sistematicamente, ano a ano, monitorando isso. Em 2015 tivemos em média 561 homicídios. São 152 homicídios a menos num lapso temporal de 4 anos", destacou.

O levantamento realizado pela Seção de Estatística e Análise Criminal, Delegacia Geral da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul aponta as ações de acordo com os Registros de Ocorrência, Procedimentos Policiais, Prisões, Apreensões de drogas, armas e munições, Arrecadação por meio da concessão certidões e alvarás, bem como das Atividades da Polícia, incluindo conduções coercitivas e operações policiais.

Em números totais, entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2019, foram registrados 238.046 boletins de ocorrências, tanto presencialmente nas delegacias quanto virtualmente, o que equivale a uma média de 27 registros a cada hora.

A Polícia Civil realizou mais de 77.800 investigações durante todo o ano de 2019. Este número equivale a uma média de 213 procedimentos relatados e concluídos por dia nas delegacias de todo o Estado, resultando em pelo menos 6.486 investigações encaminhadas ao Poder Judiciário a cada mês.

Ao todo, foram realizadas 21.592 prisões, o que engloba prisões em flagrante, cumprimento de mandados e apreensões de menores. Isto equivale a prisão de pelo menos 2 pessoas a cada hora.

Entre armas e munições, a Polícia Civil do Mato Grosso do Sul realizou a apreensão de 29.796 itens. Foram 682 armas e mais de 29 mil munições apreendidas no Estado durante o ano. A PCMS realizou, ainda, a apreensão de mais de 367 toneladas de drogas. Mais de 1 tonelada de entorpecentes foram retirados de circulação a cada dia.

A Polícia Civil realizou, ao longo de todo o ano, 308 operações policiais com o objetivo de dar cumprimento a mandados de prisão e busca e apreensão em todo o Estado. Foram feitas, também, 3.006 conduções coercitivas de vítimas e testemunhas ao Poder Judiciário. Mais de 2.400 veículos foram recuperados.

As Delegacias de Atendimento à Mulher encaminharam mais de 7.800 medidas protetivas de urgência e 100% dos crimes de feminicídio foram elucidados.

O Mato Grosso do Sul possui a Polícia Civil que mais soluciona casos de homicídios dolosos no País. De 409 registros de assassinatos, os autores foram identificados em 246, ou seja, 60% das investigações concluídas até 31 de dezembro de 2019.

Veja Também

Como prevenir acidentes com eletricidade em dias de chuva
PMA apreende 1.000 metros de redes de pesca
Live arrecada alimentos e fraldas para entidades sociais de MS
MS terá mais um fim de semana de temperaturas amenas
Confira passo a passo para obter licenciamento através de aplicativo
Blitz sanitárias abordaram mais de 2,8 mil na Capital
Política de gestão das águas tem adesão de 431 indústrias em MS
TJMS altera competência de varas cíveis de Campo Grande
Com o tema ´Fogo Mata´, Reflore/MS lança campanha contra incêndios
Piscinas públicas da Capital voltam a funcionar em Agosto