Menu
22 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Campo Grande

Atendimentos em combate ao câncer de pele continua este domingo

Evento organizado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, acontece uma vez por ano

27 Nov2016Da redação15h00

Aqueles que não puderam participar da Campanha de combate ao câncer de pele realizada neste sábado (26), terão uma nova oportunidade no domingo (27). O evento organizado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, acontece uma vez por ano e visa diagnosticar e tratar o câncer de pele, além de orientar a população.

Em Campo Grande, aproximadamente 60 profissionais se uniram para atender 608 pacientes que buscaram atendimento, entre eles dermatologistas, enfermeiros, oncologistas, cirurgiões plásticos e acadêmicos de medicina. Ao todo foram realizadas 200 crio-cirurgias, 60 cirurgias e 63 biopsias.

A Ação foi realizada neste sábado entre às 9h e 15h, no Ambulatório de Dermatologia do Hospital Universitário, localizado Av. Senador Filinto Müller, 1 - Universidade Federal e continuará no domingo no mesmo horário e local. Para participar basta levar o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), documento de identificação com foto (RG) e comprovante de residência.

Para a coordenadora da Campanha, Melina Quintella, o evento foi um sucesso: “este ano conseguimos diversas parcerias como o Caminhão da La Roche Posay, Hospital do Cancer, Vichy, Epsisol, Sundown, ADCOS Cosméticos e Sunmax, e isso nos proporcionou um evento maravilhoso, no qual pudemos prevenir e tratar à população Sul-mato-grossense”.

Melina Quintella ressaltou ainda que o câncer de pele pode ser fatal, porém se diagnosticado precocemente pode ser tratado com uma simples cirurgia.

Zulmira Guaze, 58 anos, conta que percorreu 135 quilômetros para participar do mutirão: “Sou de Anastácio, mas o atendimento que recebi aqui fez a viagem valer a pena, foi maravilhoso. Fiquei sabendo por meio de um amigo que participou no ano passado e com certeza eu indicarei para outras pessoas”. Afirmou Zulmira, frizando que há mais de cinco anos tinha uma mancha, mas graças a campanha pode ter o diagnóstico e realizar a cirurgia no mesmo dia.

Já a Campo Grandense, Elaine Regina Gomes, aproveitou para trazer parte de sua família, “Queria trazer todos, pois sei que o diagnóstico precoce é importantíssimo para a cura do câncer de pele e a população em geral é muito carente de saúde, precisamos de mais ações como esta”. Elaine estava acompanhada por sua mãe e suas duas irmãs, sendo que duas passaram por crio cirurgia e duas por biopsia.

Veja Também

Produtores rurais visitam evento tecnológico
Mulher é arremessada ao atravessar a rua
Campanha Nacional de vacinação contra gripe
Assinatura de contrato regulariza moradias na Capital
Workshop 'Fotografia com Celulares' será ministrado em Três Lagoas
Com meta de imunizar 30 mil, Corumbá inicia vacinação nesta segunda
Governo inicia implantação de sistema para integrar almoxarifados
Tempo Domingo parcialmente nublado e com poucas previsões de chuva no MS Os termômetros podem atingir os 34°C em algumas regiões
Em Tacuru, Carreta da Justiça realiza exames de DNA e 63 casamentos
Governo recebe estudos técnicos sobre concessão da Rodovia MS-306