Campo Grande •20 de Janeiro de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Dayene Paz | Quarta, 28 de Setembro de 2016 - 12h40Até empresários e servidores públicos recebem Bolsa FamíliaMPF recomentou bloqueio do benefício de investigados

Informações foram apresentadas pela secretária de Assistência Social, Marcela Rodrigues e o secretário de Finanças, Disney Fernandes
Informações foram apresentadas pela secretária de Assistência Social, Marcela Rodrigues e o secretário de Finanças, Disney Fernandes (Foto: Luciano Muta)

Cerca de 5.232 mil cadastros de beneficiários do Programa do Governo Federal, o Bolsa Família, estão sendo investigados em Campo Grande. Entre eles estão empresários, servidores públicos e pessoas já falecidas. Também há doações 100 vezes superior aos valores do Bolsa Família, com valores irrisórios das campanhas de 2012 e 2014, alguns chegam a R$ 13 mil.

As informações foram apresentadas hoje pela secretária de Assistência Social, Marcela Rodrigues Carneiro e o secretário de Finanças do município, Disney Fernandes. “Recebemos também uma lista de beneficiados com suspeita de irregularidades do Ministério Público Federal, estamos fazendo as visitas e cruzando as informações”, explica Marcela.

Os beneficiários são inscritos no Cadastro Único, que é o banco de dados que promove todas as informações para programas sociais. 125 mil pessoas estão cadastradas no CadÚnico, mas nem todas são beneficiárias. “Dentre as 125 temos em Campo Grande, 25.159 famílias beneficiarias”, informa a secretária.  A média do valor é de R$ 150, com um impacto mensal de R$ 4 milhões mensais. 

Entre as irregularidades, foi averiguado que 86 pessoas, beneficiários do Bolsa Família doaram para campanhas eleitorais de 2012 e 2014; 11 servidores também doaram e cerca de  4.5 mil empresários recebem o benefício. Pessoas falecidas que continuaram recebendo somam 153.

Os técnicos da prefeitura enviam as informações para o Ministério do Desenvolvimento Social, o MDS, que faz o bloqueio do benefício, até que a investigação seja concluída. O prazo é de 60 dias, mas a prefeitura já pediu um prazo maior.

Veja Também
Devota leva fé a São Sebastião de casa em casa
Sexta, 20 de Janeiro de 2017 - 12h55MPF pede gravações e documentos de avião que caiu com Teori Avião caiu perto de Paraty (RJ) na tarde de quinta-feira
Cães pastores e o museu de trator são atrações tradicionais em evento
Sexta, 20 de Janeiro de 2017 - 12h20Trechos da CCR MSVia na BR-163/MS interditam parcialmente pontos da rodovia Todos os locais estão sinalizados
Sexta, 20 de Janeiro de 2017 - 12h02Mãe e filha estavam em avião de empresário que caiu em Paraty Mãe era professora de educação infantil e veio de Juína, no Mato Grosso, para visitar a filha em São Paulo
Sexta, 20 de Janeiro de 2017 - 11h44Bombeiros resgatam mais dois corpos de avião que caiu em Paraty Agentes e procuradores estão colhendo depoimentos de testemunhas
Sexta, 20 de Janeiro de 2017 - 11h26Futuro da Operação Lava Jato está em jogo Para procurador Rodrigo Janot investigações estariam correndo risco
Sexta, 20 de Janeiro de 2017 - 10h50Sisu 2017: UEMS em Campo Grande oferta 398 vagas em nove cursos Inscrições no Sisu 2017 acontecerão dos dias 24 á 17 de Janeiro
PMA multa fazendeira em R$ 39 mil
Corpo de Teori Zavascki é resgatado de avião que caiu em Paraty
square noticias uci
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - cirurgia.net
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento