Campo Grande •17 de Outubro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Rota das Estações - Primavera

Agência Brasil | Sexta, 13 de Outubro de 2017 - 15h39Após saída dos EUA, Israel também anuncia que deixará UnescoDiretora da Unesco, Irina Bokova, expressou em comunicado o seu 'profundo lamento'

(Foto: Divulgação)

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, decidiu hoje (12) retirar o país da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), após o governo dos Estados Unidos anunciar o mesmo por considerá-la anti-israelense.

De acordo com comunicado distribuído pelo escritório do governo israelense, Netanyahu classificou a decisão do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre este tema como "valente e moral, porque a Unesco se tornou o teatro do absurdo e porque, em vez de preservar a história, a distorce".

O premiê deu instruções ao Ministério de Relações Exteriores de Israel para iniciar os trâmites necessários para retirada do país da Unesco. A retirada dos EUA se tornará efetiva em 31 de dezembro de 2018.

O embaixador israelense para a Unesco, Carmel Shama Hacohen, recomendou a Netanyahu seguir os passos de Washington e "se retirar imediatamente" da organização por "ter perdido sua razão de ser em favor de considerações políticas de certos países", segundo o portal de notícias israelense "Ynet".

O ministro da Defesa de Israel, Avigdor Libearman, também elogiou a decisão dos EUA por considerar que "é um passo importante" dado pelo "maior aliado" do país "contra uma organização politicamente relaxada e antissemita que transformou mentiras em prática comum e perdeu o seu rumo", informou a rádio "Kan".

A porta-voz do Departamento de Estado americano, Heather Nauert, afirmou que a decisão de Washington "reflete as preocupações dos Estados Unidos com os crescentes atrasos nos pagamentos na Unesco, a necessidade de uma reforma fundamental da organização e a contínua tendência anti-Israel".

A diretora da Unesco, Irina Bokova, expressou em comunicado o seu "profundo lamento" pela decisão americana.

A Unesco foi a primeira agência da ONU a aceitar, em 2011, os palestinos como membros de pleno direito.

Israel tem uma longa história de enfrentamentos com a agência, à qual acusou de parcialidade anti-israelense e, em diversas ocasiões, reduziu as suas cotas financeiras anuais como medidas punitiva. 

Veja Também
Terça, 17 de Outubro de 2017 - 07h18Chuva e calor na terça-feira O dia amanheceu com fortes ventos na maioria dos municípios do estado
Prefeitura instala lâmpadas de led em linhas de ônibus
MEC prorroga para novembro prazo de aditamento do Fies
Sicredi Centro-Sul MS faz doação a Rede Feminina de Combate ao Câncer
Giro das Profissões reunirá mais de mil alunos do ensino médio nesta terça-feira
Prefeitura convoca 11 médicos plantonistas para UPA´s e CRSS
Segunda, 16 de Outubro de 2017 - 12h10Saiba onde a CCR MSVia implanta pare-e-siga na BR-163/MS Em caso de chuvas as obras poderão ser suspensas, retornando tão logo elas cessem
Cemitérios começam a passar por limpeza
Agentes penitenciários paralisam 90% dos serviços
Segunda, 16 de Outubro de 2017 - 08h42Quase 500 atletas devem competir nos Jogos Universitários da Unigran Capital Abertura oficial do evento será no dia 24 de outubro, com a presença dos Ginasloucos, apresentações de dança e concurso de beleza
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento