Menu
18 de dezembro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Mega Banner Pátio Central - Natal
Campo Grande

Após queda de veículo, buraco gigante é fechado

Motorista precisou de ajuda para retirar carro do buraco aberto por um vazamento

12 Mar2018Da redação16h15
(Foto: Divulgação)
  • Motorista precisou de ajuda para retira o veículo do buraco na noite de domingo
  • (Foto: Divulgação)
  • (Foto: Marco Miatelo)

Após o sufoco enfrentado por um motorista que caiu dentro de um buraco na Avenida Mascarenhas de Moraes, em Campo Grande, a concessionária Águas Guariroba mandou equipes ao local que fecharam a cratera. O buraco foi aberto devido ao um vazamento de água, segundo populares.

O acidente aconteceu na noite de domingo, 11 de março. O motorista do Fiat Pálio trafegava pelo local por volta das 20 horas quando caiu no buraco. Ele precisou da ajuda de pessoas que pesavam pela via para retirar o carro do local. Em seguida, foi necessário leva-lo a uma oficina.

O buracoi foi fechado na tarde desta segunda-feira, 12 de março, e o asfalto recomposto.

A empresa Águas Guariroba informou que o proprietário do veículo deve entrar em contato com a ouvidoria da concessionária pelo telefone (67) 3389-5858. A empresa deverá ajudá-lo com as despesas.

(Matéria atualizada às 19 horas para inclusão do posicionamento da Águas Guariroba)

 

Veja Também

CNJ aprova novo auxílio-moradia de até R$ 4.377,73 para magistrados
MPF obriga DNIT a adotar medidas de proteção à fauna pantaneira
Estudo indica que zika pode provocar infertilidade em homens
Inep: quase 300 instituições têm 'nota baixa' de qualidade
Ex-sargento da PM sofre nova condenação
Asilo de Battisti teve motivação político-partidária, diz Sérgio Moro
Resolução define plano de trabalho para agentes de saúde
Confira a escala dos postos de saúde nesta terça-feira
Ato incineratório Defron vai queimar 6.540 kg de drogas Material que será incinerado é produto de apreensões feitas durante o ano
Planalto Posse de Bolsonaro terá de 250 a 500 mil pessoas Cerimonial da presidência espera multidão em Brasília no dia 1º de janeiro