Menu
26 de agosto de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Interior

Polícia Militar Ambiental prende e autua caçador em R$ 43 mil com 87 kg de carne de animais silvestres

Em alguns pedaços da carne dos animais era possível verificar marcas de tiros de arma de fogo

11 Ago2019Da redação11h40

Foi preso na tarde de ontem (10), pela Policia Militar Ambiental de Naviraí, um caçador com 87 kg de carne e linguiça de animais silvestres. O homem trafegava pela BR 163, próximo à cidade de Juti quando foi abordado após a equipe da PMA receber denúncias. 

O infrator, é residente em Pompéia (SP), mas é arrendatário de uma propriedade rural, no município de Caarapó, alegou à polícia ser carne de animal silvestre da espécie cateto e que havia ganhado de um amigo, porém, a PMA já tinha um histórico de denúncias e respeito do caçador.

Em alguns pedaços da carne dos animais era possível verificar marcas de tiros de arma de fogo. O veículo, a carne e linguiça foram apreendidos. Além de ser autuado administrativamente e multado em R$ 43.000,00.

O homem foi encaminhado, juntamente com o material apreendido, à Delegacia de Polícia Civil de Juti e responderá por crime ambiental de transporte de produto ilegal da fauna e poderá pegar pena de seis meses a um ano e meio de detenção.

Veja Também

Câmara aprova projeto que amplia posse de arma em propriedade rural
Brasil tem superlotação carcerária de 166% e 1,5 mil mortes em presídios
Brasil conclui testes de soro inédito para picadas múltiplas de abelha
Até 2030, acidentes de trânsito serão a sétima maior causa de morte
Aprovado projeto que exige de agressor ressarcimento ao SUS
Bebê recebe nome do fundador de Campo Grande
Projeto define a quem idoso deve comprovar idade para ter passagem gratuita
Projeto facilita atendimento a pessoas com deficiência em órgãos públicos
Expedição revela novas imagens de deterioração do Titanic
Moro autoriza envio da Força Nacional para combater desmatamento