Campo Grande •19 de Agosto de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner SEGOV - Mesmo na crise Obras

Da redação | Quinta, 11 de Maio de 2017 - 15h59Alunos da Rede Municipal recebem remédios contra verminosesAção executada por técnicos da Sesau teve inicio no mês de março

(Foto: Divulgação/Prefeitura da Capital)

Os alunos da rede municipal de educação de Campo Grande, de 5 a 14 anos de idade, estão recebendo medicação contra verminoses na própria escola. A ação executada por técnicos da Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) teve inicio no mês de março e faz parte da Campanha Nacional de Hanseníase e Geo-helmintíases do Ministério da Saúde.

Nesta quinta-feira (11), uma equipe de trabalho, composta por enfermeiros, técnicos de enfermagem e estagiários, que contam com o suporte dos agentes comunitários de saúde, realizaram a ação na Escola Municipal Oliva Enciso,  localizada no bairro Tiradentes – região Leste da Capital.

Somente no período da manhã, mais de 200 crianças e adolescentes tomaram o medicamento Albendazol, 400 miligramas, dose única. O remédio está sendo administrado pelos profissionais de saúde, na própria escola, com autorização da família.

Os estudantes levaram para casa um informativo explicando o objetivo da campanha, que visa à redução de parasitas intestinais (lombrigas e outras verminoses) entre crianças e adolescentes. Além disso, foi entregue também um formulário, que servirá como triagem para casos suspeitos de hanseníase entre estudantes com idade entre 5 e 14 anos.

Com a campanha, a expectativa é aumentar o diagnóstico precoce e identificar comunidades em que a hanseníase e as verminoses ainda persistem. Os casos suspeitos serão encaminhados à rede básica de saúde para confirmação e início imediato do tratamento.

Hanseníase - A hanseníase é uma doença crônica, infectocontagiosa, causada por um bacilo capaz de infectar grande número de indivíduos. Possui alto poder incapacitante, motivo histórico de estigma e exclusão. A doença tem tratamento e, obedecendo todas as orientações, tem cura. Já os parasitas intestinais podem prejudicar o desenvolvimento e o rendimento escolar da criança.

Veja Também
Sábado, 19 de Agosto de 2017 - 16h38MEC prorroga prazo de inscrições Interessados têm até terça-feira para se inscreverem nos cursos técnicos
Sábado, 19 de Agosto de 2017 - 16h21Espanha mantém nível de alerta terrorista Com auxílio de outros países Espanha reforça segurança em zona turística
Fronteira prepara a Black Friday
Justiça Federal em MS passa a ter processo eletrônico
Justiça suspende novamente aumento de impostos sobre combustíveis
Mega-sena acumula e prêmio chega a R$ 26 milhões
CCZ abre as portas e foca em educar as crianças
Sanesul ampliará produção de água de poço em 100 mil litros por hora
TJ mantém suspenso decreto que regulamenta Uber na Capital
Lava Jato investiga empresas estrangeiras envolvidas em fraudes na Petrobras
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento