Campo Grande •24 de Julho de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner - Rota das estações

Da redação | Sábado, 29 de Outubro de 2016 - 10h54Águas realizará maratona de programação sobre saneamento básicoInscrições para o Hackathon das Águas estão abertas até 10 de novembro

(Foto: Divulgação)

Profissionais da Águas Guariroba estão percorrendo os cursos da área de tecnologia  das universidades de Campo Grande para divulgar o Hackathon das Águas: uma maratona de desenvolvimento e programação  realizada pela concessionária para incentivar a inovação no saneamento básico. Na quinta-feira (27), a cientista da computação Karen Pereira e o analista de sistemas Bruno Gayet conversaram com os alunos do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS).

As inscrições para o Hackathon das Águas estão abertas até 10 de novembro. Poderão participar equipes de no mínimo três e no máximo cinco integrantes, com o seguinte perfil: pelo menos uma pessoa para atuar com desenvolvimento, outra em design e a terceira em negócios. Das 18h da sexta-feira (02) até a tarde de domingo (04), as 14 equipes selecionadas para participar da maratona vão trabalhar ‘confinadas’ no Living Lab – laboratório de startups do Sebrae/MS.  

As soluções mais inovadoras para os dois problemas propostos pela Águas Guariroba serão premiadas. O valor será de R$ 10 mil reais para o primeiro lugar em cada desafio proposto e de R$ 3 mil para o segundo lugar. Também há possibilidade de negociação das tecnologias para implantação na Águas Guariroba ou em outras empresas que fazem parte da holding Aegea Saneamento, que atua em 44 municípios, em oito estados do Brasil.

A cientista da computação Karen Pereira, da Águas Guariroba,  reforçou que o evento é uma oportunidade para a carreira dos alunos. “Este é o primeiro Hackathon de saneamento básico do Brasil. E garantir água potável e esgoto é uma das metas da ONU para o milênio. Então além da premiação, de toda a divulgação, troca de experiência e aprendizado com os mentores e outros participantes que já estão no mercado de trabalho, vocês terão a chance de fazer algo bom pelo mundo”. 

O analista de sistemas Bruno Gayet falou sobre como a concessionária investe em tecnologia com foco na eficiência dos serviços de água e esgoto na Capital. Ele incentivou os estudantes a participarem do hackathon. “As inscrições para a primeira fase são gratuitas. Então, participem! Vocês terão disponível toda uma estrutura que dará liberdade aprender, trabalhar, criar. É uma oportunidade única”.

As equipes selecionadas para a segunda fase serão divulgadas no dia 16 de novembro. A primeira reunião geral, que será realizada no Living Lab MS, está prevista para o dia 26 de novembro. As inscrições devem ser feitas no hotsite do evento, que tem apoio do Sebrae/MS, Living Lab MS e Tag3 Desenvolvimento Digital (www.aguasguariroba.com.br/hackathon).

 

Veja Também
Em carreata, motoristas de Uber protestam na Capital
Cães nas ruas dificultam combate à raiva em Corumbá
Agetran promove ações alusivas ao Dias do Motorista e Motociclista
Material reaproveitável será utilizado na Oficina de Ecobags em Bonito
Prefeitura prepara 29ª Festa do Folclore de Três Lagoas
Arraiá Uems terá quadrilha, bandas e show de talentos
Obras da Euler de Azevedo são prorrogadas por 120 dias
Enfermeiros têm carga horária de 30h regulamentada em lei
Segunda, 24 de Julho de 2017 - 12h22Casa da moeda retoma a emissão de passaportes nesta segunda-feira Casa da Moeda estima que em até cinco semanas o serviço esteja regularizado, zerando a fila de espera
Segunda, 24 de Julho de 2017 - 12h00Injeção mensal contra HIV pode substituir tratamento diário, diz estudo Atualmente, portadores do HIV devem tomar um comprimido por dia para que vírus seja indetectável e não seja transmitido
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
Rec banner - Patio central
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento