Campo Grande •22 de Janeiro de 2018  • Ano 7
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner águas guariroba - campanha dezembro

Mariel Coelho, em especial para o Diário Digital | Terça, 12 de Setembro de 2017 - 18h42Agentes bradam por reajuste em frente à governadoriaServidores querem aumento salarial e melhores condições de trabalho

  
Agentes penitenciários protestaram nesta terça-feira; paralisação não está descartada (Foto: Marco Miatelo)
  • Agentes penitenciários protestaram nesta terça-feira; paralisação não está descartada
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)

Com faixas e apitos cerca de 150 agentes penitenciários realizaram um protesto na tarde desta terça-feira, dia 12, em frente à governadoria, no Parque dos Poderes, em Campo Grande. Eles pediram reajuste salarial e melhores condições de trabalho.

O presidente do Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária do Estado do Mato Grosso do Sul (SINSAP) André Luiz Santiago disse que eles se reuniram em uma assembleia nesta terça-feira, onde foi discutido a reajuste salarial. “A categoria não acha adequado o reajuste de 2,94%. É muito pouco pra quem vem sofrendo ataques constantemente”, defendeu Santiago.

Santiago ainda resalta as ações criminosas que foram decretadas em Coxim e Jardim por grupos criminosos. “Isso fora a lista de cinco servidores que estão corrrendo risco de vida”, enfatizou Santiago.

Os agentes reclamam também que parte do acordo feito com o governo não está sendo comprido. Na quarta-feira, dia 13, os servidores irão levar até a governadoria as pautas elencadas na assembleia desta terça-feira, para o governador Reinaldo Azambuja. Caso não tenham alguma resposta uma nova assembleia será realizada e uma paralisação do sistema prisional não está descartada.

Atualmente cerca de 1,600 servidores estão trabalhando para atender 16 mil detentos no Estado. O Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária determina que seja 1 agente para cada 5 detentos. Santiago conta que isso não é cumprido. “Hoje estamos trabalhando com um agente para cada 66 presos, sendo que temos um dos piores presídios dando problemas, que é o de Corumbá, tudo isso por falta de estrutura”, finalizou o presidente.

Veja Também
População pode se cadastrar para receber alertas de desastre da Defesa Civil por SMS
Macaco é encontrado morto em fazenda
Mega-sena acumula e pode pagar R$ 20 milhões na quarta-feira
Domingo, 21 de Janeiro de 2018 - 07h20Campo Grande terá máxima de 37º Pode ocorrer pancadas de chuvas em regiões isoladas
Aeroporto de Campo Grande comemora 54 anos
Sábado, 20 de Janeiro de 2018 - 12h29Emílio Ribas tem dois meses de espera Em São Paulo já fica de espera para conseguir a imunização
Termina domingo eleição do prato de Campo Grande
Devotos passam o dia festejando São Sebastião
Cai o número de acidentes e mortes na BRs em 2017
Sindicato fideliza filiado com serviços
Square notícias UCI 2018
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
Rec banner - Patio central
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2018 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento