Menu
20 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Fiscalização

Agência de Metrologia vai verificar taxímetros de Campo Grande

Atualmente, a frota da Capital conta com 490 veículos

19 Set201617h00

 A Agência Estadual de Metrologia de Mato Grosso do Aul (AEM/MS), órgão do governo do Estado vinculado à Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico (Semade) e delegado do Inmetro, vai realizar a verificação dos taxímetros instalados nos táxis de Campo Grande entre hoje, dia 19, e 23 de setembro. Atualmente, a frota da Capital conta com 490 veículos. De acordo com Agência, entre as irregularidades mais comuns estão: display queimado e erro acima do máximo admissível (tolerância do erro do equipamento).

A verificação dos técnicos da AEM-MS é realizada num determinado percurso com uma distância já definida pela legislação do Inmetro. O objetivo é verificar se o registro do valor da corrida está de acordo com a distância percorrida. Além disso, verifica-se o aro do pneu, certificado de verificação referente ao exercício anterior e documentação do veículo.

Aos usuários de táxi,  a AEM-MS recomenda que, ao entrar no veículo seja verificado se o taxímetro está lacrado; verificado se existe o selo de verificação subsequente do Inmetro; observado se o taxímetro está instalado em local visível e sem empecilhos que possam atrapalhar a visualização das marcações, tanto valor a ser cobrado quanto de bandeira, seja ela 1 ou 2.

Denúncias ou reclamações podem ser registradas por meio da ouvidoria da AEM/MS, pelo telefone 0800 675 220 ou pelo e-mail ouvidoria@aem.ms.gov.br.

Veja Também

Internos concluem curso de Corte e Costura no interior
Governo Federal reconhece estado de emergência em 184 cidades
Ex-servidores do HU viram réus por desvio de dinheiro
Nova procuradora toma posse no MPT-MS
Mortos em acidente na BR são identificados
Falha em ônibus atingido por trem está sendo investigada
Projeto proíbe cobrança para religação de água e luz em caso de corte
TCU investigará se cobrança de bagagem barateou passagens aéreas
Ministério condena assédio de brasileiros a mulher na Rússia
Seminário discutirá correção monetária dos valores das modalidades licitatórias