Campo Grande •21 de Fevereiro de 2018  • Ano 7
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner Águas Guariroba - Campanha Águas Faz Mais

Da redação | Segunda, 28 de Agosto de 2017 - 20h39Acusado de matar esposa no Hospital Regional vai a juriApós o crime, autor Wilson de Lima, 69 anos, tentou o suicídio em uma rodovia

(Foto: Reprodução/Facebook)

Será realizado nesta terça-feira (29), às 8 horas, o julgamento por júri popular, pela 1ª Vara do Tribunal do júri, do acusado de esfaquear e matar a esposa, Vilma Alves de Lima, 57 anos, em frente ao Hospital Rosa Pedrossian, na Capital. Após o crime, o autor Wilson de Lima, 69 anos, tentou o suicídio.

De acordo com o Ministério Público, na tarde do dia 5 de janeiro de 2016, o réu, inconformado com a separação matrimonial pela qual passava, encontrou-se com a vítima na área externa do Hospital Regional Rosa Pedrossian, onde esta trabalhava como auxiliar de serviço de assistência médica, sob o pretexto de levar um bilhete com a história do casal, na esperança de que ela reconsiderasse a decisão de separarem-se.

Todavia, enquanto conversavam, o acusado pegou a faca que mantinha escondida e desferiu-lhe vários golpes. Mesmo recebendo atendimento no próprio hospital, a senhora de 57 anos veio a óbito.

Logo após a conduta delituosa, o réu pegou o carro que era do casal, dirigiu-se para a Rodovia BR-262 e, próximo ao Indubrasil, tentou suicídio ao jogar o veículo contra um caminhão que trafegava no sentido oposto. Não tendo morrido, ele ainda desferiu uma facada em seu próprio peito, o que também não foi suficiente para causar-lhe a morte.

A acusação, em razão do exposto, considerou tratar-se de feminicídio envolvendo violência doméstica familiar, sendo qualificado pelo motivo torpe e pelo recurso que dificultou a defesa da vítima.

O juiz da vara entendeu estarem presentes os elementos apontados pelo Ministério Público, vez que o réu teria cometido o crime em razão de ódio vingativo por não aceitar o fim do casamento, simulando uma reaproximação amigável, mas a golpeando de surpresa.

Veja Também
Desabrigadas, famílias são levadas para salão de igreja
Fazendeira é multada em R$ 93 mil por desmatamento ilegal
Programa de prevenção ‘Casal Grávido’ retoma curso no sábado
Projeto de lei amplia licença-paternidade de cinco para 20 dias
Lojistas criam comissão para debater antiga rodoviária da Capital
Caixas internos do Banco do Brasil não receberão mais guias do Detran-MS
Prefeito tenta emprestar R$ 200 milhões para recapear ruas
Prefeitura convoca 36 médicos inscritos no cadastro temporário
Assistentes sociais acampam em frente à prefeitura
Cardiologista ensina prevenir doenças do coração
Square notícias UCI 2018
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2018 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento