Campo Grande •18 de Outubro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner FM Cidade

Da redação | Sexta, 11 de Agosto de 2017 - 07h36HU volta a realizar cirurgia bariátricaJá tem 90 pessoas na fila de espera para fazer a cirurgia

Cirurgias voltam no mês de setembro pelo SUS e serão realizadas HU
Cirurgias voltam no mês de setembro pelo SUS e serão realizadas HU (Foto: Divulgação)

Pacientes com obesidade mórbida e de baixa renda do Mato Grosso do Sul terão a possibilidade de recuperar a qualidade de vida. 90 pessoas já estão na fila de espera para a realização da cirurgia, isso porque, no próximo mês de setembro, o Hospital Universitário de Campo Grande vai reabrir o serviço de cirurgia bariátrica pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e que estava fechado há dois anos.

De acordo com o professor da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) e presidente do Capítulo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica (SBCBM), Wilson de Barros Cantero, as cirurgias bariátricas pelo SUS passarão a ser feitas por videolaparoscopia.

“O Hospital Universitário já está comprando todo o material necessário para as cirurgias que iniciarão em setembro com o apoio da Universidade”, conta o professor e cirurgião bariátrico há 17 anos, Wilson Cantero.

Ele conta que até dois anos atrás a cirurgia bariátrica aberta era realizada em três hospitais do Estado, fechados posteriormente devido a problemas técnicos. “Desde então não existia alternativa para fazer a cirurgia bariátrica pelo SUS no Mato Grosso do Sul”, relata o cirurgião.

Na capital Campo Grande são realizadas – em média – 60 cirurgias bariátricas por mês e a cidade concentra o atendimento particular dos 77 municípios do estado para obesidade mórbida.

O Mato Grosso do Sul conta com 11 cirurgiões associados a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM).

“Com a reabertura do serviço, a intenção do Hospital Universitário é criar um centro de treinamento para novos cirurgiões bariátricos”, relata Cantero.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Mato Grosso do Sul, 390 pessoas aguardam consulta pelo SUS para avaliar a necessidade da cirurgia.

Laparoscópia – Em janeiro deste ano, o Ministério da Saúde incorporou a videolaparoscopia nos procedimentos de cirurgias bariátricas realizadas pelo SUS.

No ano passado foram realizadas cerca de 100 mil cirurgias bariátricas em todo País. Desse total, apenas 10% dos procedimentos foram feitos na rede pública. “Com a videolaparoscopia podemos ampliar os atendimentos no SUS, pois tanto a cirurgia quanto a recuperação do paciente demandam um tempo menor”, conta o presidente da SBCBM, Caetano Marchesini.

Considerado um procedimento menos invasivo e, consequentemente mais seguro, a laparoscopia possibilita ao paciente um tempo menor de recuperação. Além disso, enquanto na cirurgia aberta os pacientes levam de 30 a 60 dias para voltarem às suas atividades de trabalho, na cirurgia laparoscópica eles já estarão liberados em 15 dias. Outras vantagens que envolvem a cirurgia laparoscópica são a diminuição do risco de hérnias e infecção da ferida cirúrgica que são muito maiores na cirurgia aberta.

A cirurgia não tem indicação como tratamento estético e sim para melhora de doenças associadas à obesidade e qualidade de vida. Deve ser recomendada apenas para pacientes com IMC igual ou maior que 40kg/m² e pode ser realizada em casos de IMC entre 35kg/m² e 40kg/m², desde que o paciente tenha comorbidades como, por exemplo, diabetes e hipertensão.

Veja Também
Audiência debate políticas para pessoas em situação de rua
Universidade da Capital realiza Giro das Profissões
Quarta, 18 de Outubro de 2017 - 11h50Agetran interdita trânsito para obras de recapeamento Obra que faz parte do Complexo Mata do Jacinto Etapa D
CCJ reinicia hoje discussão sobre parecer que trata de denúncia contra Temer
Quarta, 18 de Outubro de 2017 - 10h30Ministério da Fazenda autoriza aumento das tarifas de serviços dos Correios Reajuste ocorre em duas parcelas
Quarta, 18 de Outubro de 2017 - 08h28Praça Ary Coelho recebe no sábado atividades visando à prevenção do câncer de mama Subsecretária de Políticas para Mulheres Carla Stephanini explica que evento leva aos munícipes informações de prevenção ao...
Incêndio no Parque das Várzeas do Rio Ivinhema já atingiu 18 mil hectares
Quarta, 18 de Outubro de 2017 - 07h54Ato em defesa do Sistema Único de Assistência Social acontece nesta quarta-feira Pela carta, valor orçamentário para 2018 deve respeitar o aprovado pelo Conselho Nacional de Assistência Social
Quarta, 18 de Outubro de 2017 - 07h18Capital poderá temperatura máxima de 36° Ocorrência de chuvas no período da tarde em todo o estado
Liminar garante atendimento de advogados no sistema penitenciário
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento