Campo Grande •20 de Janeiro de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Da redação | Quinta, 29 de Setembro de 2016 - 16h3740 mil novas unidades do Minha Casa, Minha Vida são aprovadas para 2016Beneficiados contarão com um subsídio de até R$ 45 mil

O Ministério das Cidades autorizou o início da execução da Faixa 1,5 com meta de contratação de 40 mil novas unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV), com, no máximo, 500 unidades por empreendimento. As unidades serão produzidas por pessoas jurídicas do ramo da construção civil contribuindo com a geração de empregos e renda.

Famílias com renda mensal de R$ 2.350,00, e que possuem capacidade de comprometimento de renda, serão contempladas. Os beneficiados contarão com um subsídio de até R$ 45.000, conforme renda e localização do imóvel, além de juros reduzidos para financiamento com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) (5%a.a.).

 A Faixa 1,5 tem como principal característica oferecer um subsídio maior do que o da Faixa 2 para atender famílias que não conseguem comprar um imóvel nesse valor.

 Para a nova faixa de operação de financiamento não haverá seleção de famílias por prefeituras. Os candidatos devem procurar as instituições financeiras e construtoras para que sejam enquadrados nos critérios estabelecidos.

No dia 11 de setembro, o ministro das Cidades, Bruno Araújo, afirmou que serão destinados para esta faixa recursos no total de R$ 3,8 bilhões, sendo R$ 1,4 bilhão em subsídios (R$ 1,26 bilhão do FGTS e R$ 140 milhões do Tesouro Nacional), outros R$ 2,4 bilhões em financiamentos do FGTS.

 O programa ainda trás outros critérios como a extinção de sorteio, no âmbito do MCMV, dos proponentes de financiamento com recursos do FGTS. A determinação altera o disposto na Portaria 115/2016, que aprovou a Carta Minha Casa, Minha Vida (Carta MCMV), de caráter informativo, e os procedimentos para sua obtenção e utilização nas operações de financiamento.

 “O enquadramento em critérios que colaborem com o atendimento a um número maior de famílias faz parte de uma nova postura de governança da pasta e garante isonomia ao processo”, informou Henriqueta Arantes, secretária Nacional de Habitação.

Veja Também
PF e MPF vão investigar causas de acidente que matou ministro
Imprensa internacional repercute morte de Teori Zavascki
DF registra morte por febre amarela; total no país chega a nove
Ministério da Justiça divulga nova portaria sobre demarcação de terras indígenas
Ministro anuncia R$ 82,4 milhões para saúde em MS
Barack Obama divulga carta de despedida ao povo americano
Ministro Teori morre em queda de avião no RJ
Criança é arrastada por correnteza e desaparece em córrego
Ministro do STF está em lista de passageiros de avião que caiu em Paraty
Tenente-coronel que matou marido continuará trabalhando no TJMS
square noticias uci
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - cirurgia.net
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento