Menu
25 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
Circuito Banco do Brasil Nacional

Semana de vôlei de praia em Campo Grande

Campeonato terá presença de atleta olímpico e medalhista pan-americana

17 Set2016Da redação12h06

A largada para a temporada 2016/2017 do calendário nacional de vôlei de praia será dada na próxima segunda-feira (19/09), em Campo Grande (MS). Nesta data terá início o Circuito Banco do Brasil Nacional, torneio que dá acesso ao Circuito Brasileiro Open (1ª divisão) e conta com grandes nomes do esporte. Estarão em quadra um atleta olímpico, uma campeã mundial e uma medalhista pan-americana, tudo com entrada franca no Parque das Nações Indígenas.


O Circuito Banco do Brasil Nacional é composto por 12 duplas em cada naipe. As seis melhores do ranking - que não conseguiram vaga entre as 16 melhores do Open - e dois times convidados (wild card) entram direto na fase de grupos, que começa na terça-feira (20/09). Um dia antes ocorre o qualificatório, onde até 32 times (limite) em cada naipe disputam as últimas quatro vagas no torneio, em jogos eliminatórios diretos.

A etapa de abertura do Nacional terá um atleta olímpico: o sul-mato-grossense Benjamin, que ficou na nona colocação nos Jogos de Atenas. Também estarão na disputa a medalhista pan-americana Carolina Horta, bronze em Toronto, além da campeã mundial Sub-21 e dos Jogos Olímpicos da Juventude, a mineira Ana Patrícia.

O Circuito BB Nacional passará por nove cidades até 2017. As cinco etapas realizadas até o final deste ano já estão definidas e acontecem em Campo Grande (MS), Brasília (DF), Uberlândia (MG), Maringá (PR) e São José (SC).

Já estão garantidos no naipe masculino Vinícus/Marcus Borlini (ES), Daniel Lazzari/Anderson Melo (SC/RJ), Lipe/Jefferson (CE), Bernardo Lima/Fábio Bastos (CE), Fernando/Benjamin (ES/MS), Ícaro/Léo (PB), Richards/Ralph (MG/RJ) e Pedro Henrique/Felipe Cavazin (PB/PR). Outras 30 duplas disputam quatro vagas no qualificatório.

As oito já classificadas no feminino são Ana Patrícia/Carolina Horta (MG/CE), Danielle/Camila (MS/RJ), Amanda/Fernanda Nunes (RJ), Andréa Teixeira/Leize (SC), Aline/Mayana (BA/TO), Bruna/Solange (PB/DF), Michelle/Thais (RJ) e Aline/Fabrine (SC/BA). As últimas quatro vagas serão disputadas por outras 17 duplas no qualificatório.

As equipes serão divididas em três grupos com quatro times e jogam dentro da chave, com os oito melhores (primeiro e segundos, além de dois terceiros colocados) avançando às quartas de final, tudo isso na terça-feira (20/09). Na quarta-feira (21/09) são disputadas as partidas das semifinais, disputas de bronze e finais dos dois naipes. 

Apesar de não garantir classificação direta ao Circuito Brasileiro Open, as duplas campeãs de uma etapa do Nacional fazem mais pontos (260) do que o quinto colocado de uma etapa Open (240). Com isso, a tendência é que ao longo do ano ocorram diversas trocas de posições entre duplas de ambos os circuitos, aumentando a importância das duas competições.

Veja Também