Menu
18 de fevereiro de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Esporte

Presidente da Caixa vistoria obra da pista de atletismo na Capital

Pista de 400 metros, com oito raias, emborrachamento é a primeira com esta característica em MS

22 Set2019Da redação17h47

O prefeito Marquinhos Trad e o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, vistoriaram a Pista Internacional de Atletismo de Campo Grande no Parque Ayrton Senna. No local eles visitaram todo o complexo e conversaram com os atletas dos projetos de esporte e lazer da Funesp. Prometendo voltar no próximo mês, Pedro disse que muitos projetos podem ser viabilizados em parceria com a Instituição.

“Estou orgulhoso em estar aqui, eu vim de uma família humilde, conheço o esporte pela natação e parte do que eu sou vem do esporte. A Caixa é o banco do brasileiro, mas principalmente do povo carente. Vejo que aqui os projetos já acontecem e queremos ampliar essa relação, trazer mais projetos, visitar outros parques e trabalhar junto com a prefeitura  para que vocês tenham uma vida melhor”, comentou Pedro Guimarães.

Durante a visita, o prefeito Marquinhos destacou a importância da pista de atletismo para Campo Grande. “É uma alegria receber o presidente da CEF para conhecer a nossa pista de atletismo, que vai colocar Campo Grande no cenário de grandes eventos, até porque Mato Grosso do Sul era o único estado da federação que não tinha pista de atletismo e, agora, o projeto de 1994 que ninguém conseguia executar, nós vamos entregar até o fim do ano”.

Com mais de 7 mil atendimentos por mês nos projetos de esporte e lazer no Parque Ayrton Senna, o diretor-presidente da Funesp, Rodrigo Terra, acredita que esse número pode ser duplicado e que o Parque pode ser um Centro de Excelência Esportiva. “A visita técnica foi muito mais do que uma visita à pista, já que nós conseguimos mostrar o que Campo Grande desenvolve no setor de políticas públicas de esporte e lazer. Conseguimos dele a indicação da possibilidade da CEF patrocinar outros parques e projetos além da piscina olímpica. Além disso poderemos trazer eventos nacionais e internacionais multiesportivos e podemos formar grandes atletas e transformar o Parque no Centro de Excelência Esportiva”.

Expectativa da pista de atletismo - De acordo com o professor da equipe de atletismo dos projetos da Prefeitura, Eder Vaz,  a expectativa é trabalhar com atletas de iniciação e rendimento. “Todos os atletas, de todas as regiões, treinarão juntos, vamos montar uma seleção de Campo Grande. Nós professores vamos ajudar na organização da pista, normas, de como será o funcionamento, em conjunto à coordenação da Funesp. O objetivo é que a pista seja preservada e que todo mundo tenha seu espaço e horário para treinar. Queremos trabalhar com alto rendimento e espero que os frutos sejam colhidos em breve”.

Sobre a obra - A pista de 400 metros, com oito raias, recebe emborrachamento e é a primeira com esta característica em Mato Grosso do Sul. A ideia é integrar o parque Ayrton Senna no circuito nacional de competições de atletismo. Segundo a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep), foram aplicados 6,3 mil metros de lona emborrachada, importada da Alemanha, distribuídas em 126 rolos de 50 metros. A obra da pista recebe os IMG_2539últimos detalhes e deve ser concluída até o próximo mês.

Além do espaço para provas de atletismo, o pacote de obras de infraestrutura no Ayrton Senna inclui reforma e ampliação da estrutura administrativa, revitalização das quadras poliesportivas, troca de instalações elétricas, sanitárias, alojamentos, projeto de prevenção de incentivo e restauração do parque aquático. A intervenção no parque na região Sul da capital faz parte do projeto que objetiva reformar 10 parques no segundo semestre deste ano.

Sobre a piscina, o prefeito explicou que “a partir do modelo da piscina olímpica que está no Rio de Janeiro, a Ministra Tereza Cristina viu a possibilidade de trazer para Campo Grande uma do mesmo porte, mas há um valor para trazê-la e instalar, e fizemos esse pedido ao presidente Pedro, para que eles nos cedam o valor para que possamos colocar a piscina olímpica no Parque Ayrton Senna”, concluiu Marquinhos.

Veja Também

Pontaporanense vence a primeira e Águia Negra perde os 100% de aproveitamento
17ª Copa Assomasul terá início em 7 de março
Águia Negra inicia participação nesta quinta-feira na Copa do Brasil
Empates predominam na rodada e Estadual de Futebol tem novo líder
Dupla sul-mato-grossense conquista etapa do Circuito Brasileiro de vôlei de praia
Disputa em Campo Grande abre  temporada do Estadual de Velocross
Taekwondo de MS conquista dois bronzes
Academia para pessoas com deficiência tem vagas abertas
Time feminino da Cassems se destaca em campeonato amador de futebol
Redução de taxa de juros aquece mercado imobiliário na Capital