Campo Grande • 02 de dezembro de 2016 • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Da redação | domingo, 18 de setembro de 2016 - 16h31Daniel Dias é o maior nadador paralímpico da históriaNadador encerrou sua participação no Rio 2016 com nove medalhas

A marca torna Daniel o maior nadador paralímpico da história.
A marca torna Daniel o maior nadador paralímpico da história. (Foto: Divulgação)

Com as duas medalhas conquistadas no último dia de competição (17/9), um ouro e um bronze, o nadador Daniel Dias, do Time Petrobras, encerra sua participação nos Jogos Rio 2016 com nove medalhas e um total de 24 considerando as últimas três Olimpíadas (Rio 2016, Londres 2012 e Pequim 2008). A marca torna Daniel o maior nadador paralímpico da história. O brasileiro superou as 23 medalhas conquistadas pelo australiano Matthew Cowdrey (Atenas 2004, Pequim 2008 e Londres 2012).

Neste sábado, Daniel entrou na piscina do Parque Aquático da Barra da Tijuca para seus dois últimos desafios no Rio. Mais uma vez, missão cumprida. O nadador do Time Petrobras levou nove medalhas em nove provas disputadas e comemorou mais um ouro e um bronze. Na primeira final da noite, o atleta nadou os 100 m livre classe S5, em 1m10s11, e superou o americano Roy Perkins, que ficou com a prata, com 1m14s55, e o britânico Andre Mullet, que foi bronze, com 1m15s93.

A outra medalha, de bronze, veio no revezamento 4x100m medley 34 pontos, com o tempo de 4m17s51. Além de Daniel, a equipe brasileira nadou com Ruan de Souza, André Brasil e Phelipe Rodrigues. O ouro ficou com a China, com 4m06s44, e a prata ficou com a Ucrânia, com 4m07s89.

Confira o histórico de medalhas paralímpicas do atleta do Time Petrobras:  Rio 2016 - quatro de ouro, três de prata e duas de bronze; Londres 2012 -  seis de ouro; Pequim 2008 - quatro de ouro, quatro de prata e uma de bronze.

Na Rio 2016 Daniel Dias conquistou o ouro nos 100m livre classe S5, nos 50m costas S5, nos 200m livre S5 e nos 50m livre S5; a prata nos 100m peito SB4, no revezamento misto 4x50m livre e no revezamento masculino 4x100m livre; e o bronze nos 50m borboleta S5 e revezamento 4x100m medley 34 pontos.

Em sua terceira Paralimpíada, o desempenho do maior medalhista brasileiro confirma a condição de fenômeno da história da natação paralímpica masculina. No feminino, a americana Trischa Zorn conquistou 55 medalhas, seguida pela francesa Béatrice Hess e a alemã Claudia Hengst, ambas com 25. As três estão aposentadas. 

Estande do Time Petrobras recebe Verônica Hipólito

Mais um dia com visita de medalhistas ao espaço do Time Petrobras no Parque Olímpico da Barra da Tijuca. Desta vez, foi a velocista paralímpica Verônica Hipólito que pôde receber o carinho do público. Com as duas medalhas que ganhou no peito, uma prata e um bronze, a atleta do Time Petrobras deu autógrafos, tirou fotos e se divertiu como o público.

"Foi incrível estar aqui no estande com as pessoas, receber esse carinho espetacular, e poder ver de perto os torcedores que acompanharam minhas provas e vibraram com minhas conquistas é maravilhoso. O melhor é que eles comentaram as provas aqui comigo, o que mostra que realmente acompanharam.  Estou muito feliz e emocionada com esse encontro”, comentou Verônica.

A atleta do Time Petrobras foi medalhista de prata nos 100m da classe T38, com o tempo de 12s88, e bronze nos 400m classe T38, com 1m03s14, nas pistas do Estádio Olímpico do Engenhão. Verônica ainda esteve na final do salto em distância, e fechou a prova na oitava colocação.

O espaço do Time Petrobras já recebeu os medalhistas olímpicos do judô Rafaela Silva e Rafael Baby, o jogador de basquete da Seleção Brasileira Marquinhos, a jogadora de vôlei de praia Talita, a dupla da equipe brasileira do levantamento de peso Jaqueline Ferreira e Fernando Reis, a revelação do tiro com arco Marcus D’Almeida, a atleta do pentatlo modeno medalhista de bronze em Londres, Yane Marques, o esgrimista Guilherme Toldo, a remadora Fernanda Nunes, os boxeadores Juan Nogueira e Patrick Lourenço e a ginasta Flávia Saraiva.

Veja Também
Obras no Morenão começam nesta sexta-feira
quinta, 01 de dezembro de 2016 - 14h57CBF divulga agradecimento a colombianos por tributo à Chapecoense Time colombiano se manifestou publicamente pedindo que a Chapecoense seja declarada campeã da Sul-Americana
quarta, 30 de novembro de 2016 - 17h26Aviões da FAB estão de prontidão em Manaus para prestar auxílio na Colômbia FAB informou que ainda não há previsão de horário de partida da aeronave nem confirmação de qual será a missão
terça, 29 de novembro de 2016 - 17h58Clubes de futebol e jogadores manifestam solidariedade à Chapecoense Atlético Nacional de Medellín, que enfrentaria o clube catarinense amanhã (30), se solidarizou com os brasileiros durante a...
terça, 29 de novembro de 2016 - 17h22Após acidente com Chapecoense, final da Copa do Brasil é remarcada para dia 7 Nova data foi confirmada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF)
terça, 29 de novembro de 2016 - 16h12Presidente do STF se solidariza com famílias das vítimas de avião da Chapecoense Acidente ocorreu no começo da madrugada desta terça-feira
Atlético Nacional propõe que título da Copa Sul-Americana fique com Chapecoense
Governo do Estado divulga nota de pesar após tragédia com time do Chapecoense
Maior tragédia do futebol
segunda, 28 de novembro de 2016 - 13h454º Futebol da Solidariedade Jogo irá arrecadar alimentos para instituições
square noticias uci
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - cirurgia.net
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2016 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento