Campo Grande •21 de Fevereiro de 2018  • Ano 7
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner Águas Guariroba - Campanha Águas Faz Mais

Marcos Tenório, em colaboração com o Diário Digital | Quarta, 23 de Agosto de 2017 - 14h15Guerreira, capoeirista tentará medalha em MundialRosangela Silva quer mostrar ao mundo que Campo Grande tem ginga da boa

  
Rosangela Silva, de 34 anos, quase desistiu de tudo quando seu filho adotivo morreu em um acidente de motocicleta (Foto: Kísie Ainoã)
  • Rosangela Silva, de 34 anos, quase desistiu de tudo quando seu filho adotivo morreu em um acidente de motocicleta
  • Rosangela R. Silva de 34 anos. Foto: Kísie Ainoã
  • Contramestre caverninha. Foto: Kísie Ainoã
  • Foto: Kísie Ainoã
  • Foto: Kísie Ainoã
  • Foto: Kísie Ainoã
  • Foto: Kísie Ainoã
  • Foto: Kísie Ainoã
  • Foto: Kísie Ainoã

Uma atleta de Campo Grande tem brilhado na capoeira, um universo ainda dominado pelos homens. Rosangela Silva, de 34 anos, vai disputar 9º Campeonato Mundial de Capoeira, entre os dias 24 a 27 de agosto em Fortaleza, Ceará. Ela é uma filha da terra que merece destaque nesta semana em que se festeja os 118 anos da cidade. Mãe de família, ela precisou superar dramas pessoais para continuar no esporte e está em busca de novas realizações.

Rosangela iniciou a prática da capoeira como uma atividade física. Porém, quando deu por si não conseguia mais parar de gingar, porque como ela mesma diz: “a capoeira é uma coisa muito cativante.” Trata-se de uma mistura de jogo, dança e luta que é a capoeira.

A campo-grandense está indo para o Mundial em Fortaleza com a meta de ficar entre as três melhores. Porém, admite que não será fácil. Na competição, haverá terá representantes de 35 países e de 20 estados brasileiros. Os três melhores em cada categoria garantem uma vaga para o Europeu na Polônia no ano que vem.

No Mundial de 2013, a capoeirista Rosangela já ficou na terceira colocação. Em 2015, não pode participar por causa da gravidez, que impossibilitaria a capoeirista de fazer os movimentos que a luta exige. Houve uma época, em que Rosangela desistiu de lutar. Ela guardou todas as medalhas e troféus, quando recebeu a triste notícia de que o seu filho de criação havia perdido a vida em um acidente de motocicleta.

Contudo, Rosângela juntou as últimas forças  e voltou. Hoje, a guerreira concilia a vida de mãe e trabalhadora com os treinos diários. Ela sabe que é necessário manter o alto nível e estar sempre preparada para as competições. 

Rosângela treina em parques, praças, por falta de um local adequado. Ela relata que o ambiente correta seria um local com tatames, colchonetes, saco e aparador de chute, porque capoeira é uma luta.

Como todo atleta brasileira, a capoeirista enfrenta dificuldades em obter patrocínio. “Ninguém investe em capoeira aqui no Estado”, afirma. A capoeirista que já viajou para outros países como Portugal e França, viu que no exterior o poder público investe alto.

Para ela, a capoeira se tornou não apenas uma arte ou um aspecto cultural, mais um modo de expandir a arte brasileira para outras nações e que vem fazendo sucesso.

Rosangela deixará no Campeonato Mundial em Fortaleza, tudo que vem treinando, com o seu contramestre Caverninha. Ela entra na disputa do torneio Mundial para representar Campo Grande e mostrar que em Mato Grosso do Sul tem ginga da boa. “Quero incentivar outras meninas a praticarem capoeira, porque aqui no Estado tem grandes talentos”, afirma, ressaltando estar certa de que trará a medalha na competição de Fortaleza. 

Veja Também
Vasco encara Jorge Wilstermann para seguir na Libertadores
Brasil estreia nesta semana nos jogos olímpicos de inverno
Fifa divulga sedes das seleções na Copa
Morenão é liberado para receber jogos com portões abertos
Ganhador comemora o sorteio da moto
Leonardo e Rosinha vencem os 10 km
Maicon e Janine vencem a prova dos 5 quilômetros
Prefeitura finaliza reforma no estádio Jacques da Luz
Atletas de MS disputam sul-americano de vôlei de praia Bahia
Acordo libera Morenão para Campeonato Estadual
Square notícias UCI 2018
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
Rec banner - Patio central
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2018 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento