Campo Grande •14 de Dezembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner 3 Governo do estado - Campanha Mudança Saúde

Larissa Mendes, especial para o Diário Digital. | Quinta, 27 de Outubro de 2016 - 10h36Grupo de Curitiba traz música medieval para Campo Grande e BonitoGaita de fole, alaúde, saltério de arco, kantele, percussão e canto antigo chamam atenção do público por não serem usados nos praticas musicais da atualidade

O Illvminata busca resgatar essa prática de repertório, promovendo o entrosamento entre músicos profissionais e amadores.
O Illvminata busca resgatar essa prática de repertório, promovendo o entrosamento entre músicos profissionais e amadores. (Foto: Divulgação)

No segundo dia de apresentações do Encontro com a Música Clássica, realizado pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Secretaria Estadual de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação e Fundação Estadual de Cultura em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, uma das atrações é o grupo Illvminata, de Curitiba (PR). 

De acordo com a mezzo-soprano, Daniele Oliveira, diretora do grupo, a prática da música medieval ou música antiga nos dias atuais gera um rico processo de aprendizagem, pois aborda técnicas, instrumentos e repertórios que não costumam ser empregados com tanta frequência e por estar tão distante das práticas musicais atuais, e com poucos grupos dedicando-se a ela, traz consigo a possibilidade dos músicos pesquisarem manuscritos das partituras e textos sobre as maneiras de se tocar. Dessa forma, as possibilidades de interpretação são uma grande marca da música antiga.   

O Illvminata busca resgatar essa prática de repertório, promovendo o entrosamento entre músicos profissionais e amadores, além de combinar suas experiências musicais, assim como de pesquisa. Músicos experientes como Thomas Jucksh (Camerata Antiqua de Curitiba), Carlos Simas (Gaiteiros de Lume/Thunder Kelt/Clan McNorse) e Mateus Sokolowski (Mandala Folk) formam o Illvminata. 

Instrumentos antigos também chamam a atenção do público por sua sonoridade e forma não conhecidas, dentre eles estão a viola da gamba, gaita de foles, harpas, flautas, alaúde, saltério de arco e kantele. 

Nessa mesma noite também se apresenta a Camerata do Viver Bem – do Grupo de Incentivo à Cidadania Viver Bem e Jardel Vinicius Tartati, com o Show Fronteiras.  

Serviço: O Illvminata se apresenta no dia 27 de outubro em Campo Grande, às 20 horas, no Teatro Glauce Rocha e no dia 28, às 19h30, em Bonito, na Paróquia São Pedro Apóstolo, rua Cel. Nelson Felício, 767 – Centro. Entrada Gratuita. 

Veja Também
Merendeiras de Ceinf que trabalham alimentação saudável reúnem receitas em livro
Cidade do Natal será aberta hoje com show de Dudinha, Mariana e Galinha Pintadinha
Show de Gusttavo Lima terá Jesus Luz e Thiago Mansur nesta sexta-feira
Matanza se apresenta no dia 1° de dezembro em Campo Grande
Site de MS ajuda consumidores a não cair em “pegadinha” na semana da Black Friday
Show da Solidariedade arrecada dinheiro para asilo
Apocalipse, nova novela da Record TV, estreia na terça-feira
Faltam apenas 10 dias para o show do Projeto Clássico
Ícone internacional dos anos 90 se apresenta na Capital
Restaurante investe em arte de rua e sustentabilidade para colorir novos containers
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
Rec banner - Patio central
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento