Menu
27 de janeiro de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Sesc Cultura

Cinema, filosofia e debates

Cinema de suspense, sessão acessível, Café Filosófico e questão indígena

21 Out2019Da redação08h39

Abrindo a programação, no dia 22 de outubro, terça-feira, às 19 horas, o Sesc Cultura terá lançamento do livro "Patrimônio Arquitetônico da Zona de Especial Interesse Cultural do Centro Histórico de Campo Grande/MS" e bate-papo com as autoras, Maria Augusta de Castilho e Laura Karoliny Alves Urquiza dos Santos.

O livro tem como proposta sensibilizar a sociedade para o sentimento de preservação, considerando que a valorização do patrimônio de uma cidade depende da memória de sua população. Traz também um registro inédito da percepção das pessoas com relação aos patrimônios arquitetônicos da região central da capital.

A semana do Sesc Cultura traz ainda intensa programação de cinema, começando com o Cine Sesc, que exibe nas sessões de quarta-feira, 23, às 15 e 21 horas, o longa “O filho Uruguaio” (2017). O filme, que será reexibido na sessão de sexta, dia 25, às 19 horas é dirigido por Olivier Peyon. No Uruguai Sylvie encontra a pista sobre o paradeiro de seu filho, sequestrado há quatro anos pelo ex-marido, mas ao chegar lá, descobre que a criança, criada por sua avó e sua tia, parece feliz e radiante.

Na Quinta de Suspense, 24, às 19 horas, mais um terror Giallo. O longa “Tenebre (1982), dirigido por Dario Argento, conta a história de um escritor chega à cidade de Roma para promover seu último livro, Tenebrae, mas descobre que alguém está usando seus romances como inspiração para cometer assassinatos.

No sábado, 26, às 15 horas, a sessão do Cine Sesc Acessível exibe “O filho Uruguaio (2017)”, versão com Audiodescrição e janela de Libras.

Nos dias 23 e 24 de outubro, às 20 horas, o Sesc Cultura, recebe o espetáculo “Jaity Muro”, um trabalho cênico que transita entre as linguagens do teatro e da performance e explora os lugares de fala de uma mulher que vive no espaço urbano douradense e de uma mulher que vive na Reserva Indígena, acreditando na premissa feminista de que “o pessoal é político”.

Ainda no dia 24, às 19 horas, tem “Café filosófico”, que vai debater o tema “O desenvolvimento econômico chinês e seu papel geopolítico”, com condução do Prof. Dr. Marcelino de Andrade Gonçalves (Doutor em Geografia e Professor da FAENG-UFMS). O encontro é uma parceria com o grupo Árvore-ser. 

 

Veja Também

“Fulano de tal” apresenta peça gratuita da capital
Janeiro termina com MBP, blues e bailão no happy no Sesc Morada dos Baís
Estrela do Sul recebe shows musicais do Arte no Meu Bairro
Inscrições abertas até sexta para Colônia de Férias
Whatsapp foi o app mais baixado no Brasil e no mundo em 2019
Estão abertas as inscrições para Oficinas de Férias no MARCO
Obra de Shakespeare será retratada em teatro infantil gratuito na Capital
Corumbá divulga inscrições de concursos do Carnaval
UCI Cinemas abre venda antecipada do Super Bowl LIV
“Jumanji: Próxima Fase” invade as salas do UCI Cinemas