Campo Grande •29 de Março de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner Aguas - Campanha Março

Da Agência Brasil | Sexta, 6 de Janeiro de 2017 - 10h15Tesouro fixa regras para contratação de operações de crédito por estadosProcedimentos serão discriminados no Manual para Instrução de Pleitos

A Secretaria do Tesouro Nacional definiu regras para contratação de operações de crédito por estados e municípios. A Portaria nº 9, publicada hoje (6) no Diário Oficial da União, regulamenta os procedimentos e competências do Tesouro Nacional para verificação do cumprimento de limites e condições para a contratação de operações de crédito externo ou interno e para a concessão de garantias pelos estados, Distrito Federal e municípios.

Segundo a portaria, a medida considera a necessidade de “garantir a segurança, a racionalidade, a tempestividade, a transparência e o controle no processo de verificação de limites e condições para a contratação de operações de crédito, para a concessão de garantia”.

Os procedimentos de instrução dos pedidos de verificação de limites e condições para contratação de crédito serão discriminados no Manual para Instrução de Pleitos (MIP), editado e atualizado periodicamente pela Secretaria do Tesouro Nacional. O MIP será disponibilizado na internet.

Verificação de limites

A portaria estabelece, ainda, que o envio de pedidos de verificação de limites e condições e de documentos será feito por meio do Sistema de Análise da Dívida Pública, Operações de Crédito e Garantias da União, Estados e Municípios (Sadipem).

A análise dos pedidos de verificação de limites e condições será feita no prazo de 10 dias úteis. Caso os documentos ou informações sejam considerados insuficientes ou inadequados para a análise, será solicitada a complementação. Se as exigências para adequação não forem atendidas em até 60 dias o pedido será arquivado.

Se forem constatadas irregularidades, a unidade da Federação terá 60 dias para contestação, podendo o prazo ser estendido por igual período. Se a conclusão da análise for de operação irregular, o Senado Federal, a unidade da Federação, o Poder Legislativo local e o Tribunal de Contas serão comunicados.

A portaria também estabelece que a Secretaria do Tesouro Nacional estará impedida de concluir análise de outros pedidos de verificação de limites e condições da unidade da Federação, enquanto a irregularidade estiver pendente.

Veja Também
JBS dá férias coletivas a funcionários em MS
Quarta, 29 de Março de 2017 - 12h21Mesmo com queda, juros do rotativo do cartão de crédito ficam em 481,5% ao ano Rotativo é o crédito tomado quando o consumidor paga menos que o valor integral da fatura do cartão
Quarta, 29 de Março de 2017 - 12h03Fazenda diz que não há como cumprir meta fiscal sem aumentar impostos Avaliação é da Secretaria de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda
Sicredi reinaugura agência Centro Dourados em novo endereço
Hong Kong suspende embargo à carne de frigoríficos não investigados
Apesar de ressarcimento, Concen alerta que energia fica mais cara em abril
Preço dos peixes varia 109% na Capital, diz Procon
Terça, 28 de Março de 2017 - 10h37Inflação da construção civil cai, mas acumula 5,87% em 12 meses Em março, a maior alta de preços foi observada pela mão de obra, com uma inflação de 0,45%
Terça, 28 de Março de 2017 - 08h50Indústria tem melhor fevereiro Desempenho foi o melhor dos últimos três anos
JBS retoma produção de carne bovina
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - cirurgia.net
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento