Campo Grande •17 de Agosto de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner FM Cidade

Valdelice Bonifácio | Quarta, 26 de Julho de 2017 - 14h00Suplementos made in MS têm clientes mundo aforaIndústria da Capital deslancha produzindo para marca própria e terceirizadas

  
Mix Nutri produz 250 toneladas de suplementos e alimentos funcionais por mês, mas a capacidade da indústria é para 400 toneladas (Foto: Marco Miatelo)
  • Mix Nutri produz 250 toneladas de suplementos e alimentos funcionais por mês, mas a capacidade da indústria é para 400 toneladas
  • O casal Danilson e Evelyn Charro, diretores da empresa (Foto: Marco Miatelo)
  • Analista de pesquisa e desenvolvimento de produtos da empresa Eric Naegeli (Foto: Marco Miatelo)
  • O  engenheiro de alimentos Guilherme Costa Abid (Foto: Marco Miatelo)
  • Indústria de suplementos e alimentos funcionais emprega cerca de 70 pessoas diretamente (Foto: Marco Miatelo)
  • Equipe especializada é um dos trunfos da Mix Nutri (Foto: Marco Miatelo)
  • Indústria produz para marca própria e de terceiros (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)

Os milhares de potes e cápsulas que saem da linha de produção todos os dias são a prova de que com esforço, visão de mercado e planejamento é possível abrir portas mundo afora. A indústria Mix Nutri, com base na Vila Nossa Senhora das Graças, em Campo Grande, espalha sua produção de suplementos e alimentos funcionais pelo planeta. Certa de que os consumidores deste segmento estão sempre ávidos por novidades, a indústria está constantemente pensando em produtos novos e planeja ampliar suas atividades na Capital.

Quando os próximos passos se concretizarem haverá maior produtividade, mais empregos diretos e indiretos e mais dinheiro na praça criando o círculo virtuoso que as indústrias em atividade e expansão conseguem proporcionar. O fundador e diretor da empresa Danilson Charro explica que Mix Nutri atualmente emprega 70 pessoas diretamente e está pronta para ampliar a produção, a qualquer momento, pois trabalha abaixo de sua capacidade. "Atualmente, produzimos 250 toneladas de suplementos e alimentos funcionais por mês, mas a capacidade é de 400 toneladas por mês", diz.

Detalhando melhor, no parque industrial de cerca de 3 mil m2 são fabricadas 600 mil unidades de produtos por mês, mas a capacidade produtiva é de mais de 1 milhão. A produção mensal de capsulas é de 15 milhões, mas poderia chegar a 30 milhões. Até aqui já foram desenvolvidos e aprovados mais de 200 produtos. Além dos shakes, chás, bebidas funcionais, alimentos e outros produtos com a marca Mix Nutri, a indústria também atua no segmento private label, produzindo mercadorias para marcas de terceiros. Um dos clientes terceirizados, inclusive, é uma famosa marca de artigos esportivos norte-americana, que está entrando no mercado de suplementos e venderá um produto fabricado pela indústria campo-grandense. Certo de que precisa ampliar o espaço de fabricação para clientes terceirizados -- hoje já são mais de 40 --, porém sem jamais abandonar a marca própria. Danilson abrirá em breve uma segunda linha de produção, em um prédio na Avenida Noroeste. Assim, ele manterá um espaço para a produção própria e outro para as marcas terceirizadas.

Os clientes terceirizados, aliás, recebecem o produto pronto para a venda, ou seja, embalado e com rótulo, faltando apenas distribuí-los. Atender esta clientela terceirizada a contento é um desafio diário para a Mix Nutri já que cada empresa tem suas característcas próprias e exigências específicas. Contudo, é essa rota desafiadora que tem alavancado a indústria de Charro.

Além dos EUA, a indústria também exporta sua produção para Paraguai, Bolívia, Colômbia e Peru. O mercado interno também é importante, pois a procura por alimentos que ofereçam bem-estar tem crescido. No Brasil, este mercado movimenta R$ 940 milhões por ano, sendo que apenas 2% da população, cerca de quatro milhões de pessoas, consomem alimentos funcionais. Nos EUA, o consumo atinge 57% da população. Prêmio Nacional - Recentemente, a empresa foi destaque Prêmio Nacional de Inovação - Edição 2016/2017, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), na categoria Marketing da modalidade médias empresas. "Foram mais de quatro mil empresas inscritas. Ficamos entre as 34 finalistas", enaltece o proprietário. 

Contudo, até o dia em que festejou um prêmio nacional e viu sua empresa reconhecida no mercado local e internacional como é atualmente, Danilson Charro ao lado da esposa e também diretora da Mix Nutri, Evelyn Charro, enfrentou longo período de altos e baixos. "Isso foi até 2015 quando abrimos para a terceirização. Não foi fácil", relembra.

Danilson enxergou a possibilidade de venda de produtos naturais quando era proprietário do tradicional Armazém da 7, no Centro de Campo Grande. Em 2009, clientes passaram a procurar em seu estabelecimento componentes para fabricarem a chamada ração humana (uma mistura de componentes ricos em fibra) sucesso na época. "Passei a fazer a mistura e deixar pronta nos saquinhos. As pessoas levavam para revender", conta.Com base nessa experiência, ele criou a Mix Nutri para fabricar e vender produtos naturais em 2010. "Abrimos um site na internet e o negócio começou aí. Foram seis meses quase desistindo do processo, com o negócio quase afundando. Não tínhamos lucro", recorda. A virada veio com persistência em buscar clientes, divulgando o negócio em feiras por exemplo. Ao mesmo tempo, a empresa cuidava do aperfeiçoamento interno e foi atendida até meados de 2016 pelo Sebrae/MS, por meio do programa Agentes Locais de Inovação (ALI) que propõe inovações para a melhoria de processos.

Qualificação - Hoje, o trunfo da Mix Nutri para manter cativa a clientela conquistada e ganhar novos consumidores é a equipe especializada que conta com nutricionista, engenheiro de alimentos e assessores farmacêuticos. O time é responsável pela pesquisa, qualidade dos produtos e ainda inovações para o mercado.

O nutricionista e analista de pesquisa e desenvolvimento de produtos da empresa Eric Naegeli explica que o mercado está cada vez mais exigente no que diz respeito a componentes saudáveis nos alimentos. "Hoje existe uma busca muito grande pela linha clean que é sem conservantes e sem corantes. Até mesmo adoçantes querem naturais. Uma das possibilidades que estamos trabalhando neste sentido é a Stévia (planta com capacidade adoçante)", relata.À frente da diretoria de operações está o engenheiro de alimentos Guilherme Costa Abid. Ele conta que a linha de produção segue todos os procedimentos necessários ao setor e que os produtos passam por um rigoroso teste de qualidade e de medidas. "Nada passa fora dos padrões. Até mesmo cápsulas que não estiverem no peso ideal são retiradas. Elas não irão para a embalagem junto com as demais", detalha.

Para melhorar a produtividade, a Mix Nutri tenta avançar no uso das novas tecnologias. É neste ponto que se depara com o gargalo já apontado por muitas outras indústrias locais, a falta de mão de obra especializada para operar equipamentos mais precisos. Recentemente, a Mix Nutri comprou uma encapsuladora automática de fabricação italiana. No entanto, a máquina está parada na fábrica. Assim, a indústria segue abastecendo as capsulas no processo manual que, por hora, atende a demanda.

A matéria prima usada na fabricação dos produtos é importada dos Estados Unidos e Europa. No estoque da empresa, tudo é fichado e identificado. Os produtos prontos da Mix Nutri também recebem a ficha técnica para a garantia de rastreabilidade. A indústria que segue apostando na diversificação de produtos, pretende fabricar barrinhas de cereiais, por exemplo. Outra meta é o desenvolvimento de produtos com ingredientes regionais. Já está em estudo uma experiência com boacaiúva, em parceria com uma universidade local.
 
Serviço - A Mix Nutri fica localizada na Avenida Dom Antonio Barbosa, 1762, Vila Nossa Senhora das Graças. O telefone é (67) 3201-1020. A linha de produtos pode ser conferida no site da empresa.
Veja Também
Desemprego cai em todas as regiões, mostra IBGE
Atividade econômica apresenta crescimento de 0,25% no segundo trimestre
Índice de Preços ao Consumidor cai em 6 das 7 capitais pesquisadas pela FGV
Escolas têm R$ 7 milhões para comprar produtos da Agricultura Familiar
Capital poderá ter indústria de veículos elétricos
Setor de serviços tem crescimento de 1,3% entre maio e junho
Governo eleva para R$ 159 bilhões metas de déficit primário
Rota do Sabor movimentará R$ 200 milhões por ano
Comércio varejista tem alta de 1,2% no volume de vendas em junho
Terça, 15 de Agosto de 2017 - 10h18Receita libera programa para Imposto de Propriedade Territorial Rural Vencimento da primaria quota ou quota única do imposto é 29 de setembro de 2017 e não há acréscimos se pagamento ocorrer até...
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento