Menu
21 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner FIEMS - Mês da Industria
Desenvolvimento econômico

Setor rural contrata R$ 513 milhões do FCO para investimentos em MS

Governo do Estado vai solicitar uma nova linha de financiamento

27 Out2016Da redação15h58

Os esforços do Governo do Estado junto ao setor rural para garantir a utilização integral de R$ 1,5 bilhão do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) disponível para Mato Grosso do Sul estão surtindo efeito neste segmento. Até o momento, dos R$ 866 milhões destinados ao financiamento de empreendimentos rurais, R$ 513 milhões já foram efetivamente contratados – o correspondente a cerca de 60% do total de recursos para o setor. Além disso, o governo do Estado vai solicitar ao Conselho Deliberativo (Condel) do FCO a criação de uma nova linha de financiamento e a redução das taxas de juros do Fundo.

As ações junto ao setor rural são conduzidas pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico (Semade) – gestora do fundo, por meio do Conselho de Investimentos Financiáveis pelo FCO (CEIF-FCO), juntamente com o Banco do Brasil e a Secretaria de Produção e Agricultura Familiar (Sepaf). “Estamos com um bom ritmo de apresentação e de aprovação de projetos no setor rural e a resposta desse segmento tem sido animadora, o que nos aponta um ambiente favorável para que atinjamos a meta de aplicação integral dos recursos do Fundo para a área rural até 31 de dezembro deste ano”, afirmou o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck.

O secretário destaca as ações da Sepaf, que está promovendo entre outubro e novembro 10 seminários regionais para técnicos da rede de assistência técnica rural do Estado. “É uma forma de o governo chegar e sensibilizar aqueles que possuem áreas degradadas sobre os benefícios da adesão ao Programa Estadual de Recuperação de pastagens e das facilidades em utilizar os recursos do FCO”, afirmou Jaime Verruck.

O seminário, intitulado “Programa Terra Boa e Normas operacionais do FCO”, ja foi realizado nos municípios de Dourados, Ponta Porã e Campo Grande. Em novembro, acontece em Coxim (9), São Gabriel do Oeste (10), Naviraí (16), Nova Andradina (17), Três Lagoas (23), Chapadão do Sul (24). Além desta ação, o titular da Semade ressaltou também a importância da primeira agência bancária do país voltada exclusivamente para atender o produtor rural, que foi inaugurada pelo Banco do Brasil em Dourados na semana passada. “’É uma prova da importância da região para os negócios do Banco, visto que é uma das maiores produtoras de grãos do Estado e aonde temos vários empreendimentos que realizaram operações junto ao FCO”, disse o secretário.

Veja Também