Menu
4 de abril de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Economia

Setor de serviços recua 0,2% de julho para agosto

Entre os segmentos que tiveram queda estão os serviços prestados às famílias

11 Out2019Agencia Brasil15h19

O volume do setor de serviços no país caiu 0,2% na passagem de julho para agosto, segundo dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada hoje (11), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A queda veio depois de uma alta de 0,7% na passagem de junho para julho.

Na comparação com agosto do ano passado, o recuo foi ainda maior (-1,4%). No acumulado do ano, o setor teve alta de 0,5%. Já em 12 meses, os serviços acumulam crescimento de 0,6% em seu volume.

Na passagem de julho para agosto, três segmentos tiveram queda, entre eles, os serviços prestados às famílias (-1,7%). Também anotaram redução as atividades de transportes, serviços auxiliares de transporte e correios (-0,9%) e outros serviços (-2,7%).

Apresentaram altas os segmentos de serviços de informação e comunicação (0,4%) e os serviços profissionais, administrativos e complementares (0,5%).

Veja Também

Santander anuncia prorrogação automática de parcelas de crédito
Governo publica MP que repassa R$ 16 bilhões a estados e municípios
Conheça as tecnologias que mais facilitam a vida dos empresários
Receita adia para junho pagamento da primeira cota do Imposto de Renda
Produção industrial de MS fica estável em fevereiro
Governo reduz pela metade contribuições pagas ao Sistema S por 3 meses
Governo anuncia R$ 200 bilhões para socorrer trabalhadores e empresas
Queda nos preços dos combustíveis na Capital
Preço do gás de cozinha tem redução de 10%
Caixa começa a pagar nesta quarta o saque-aniversário do FGTS