Campo Grande •17 de Dezembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner 1 Governo do estado - Campanha Mudança educação

Agência Brasil | Quinta, 3 de Agosto de 2017 - 17h58Programa de Repatriação regulariza R$ 4,6 bilhõesImpostos e multas chegaram a R$ 1,615 bilhão, abaixo da estimativa do governo

(Foto: Agência Brasil)

A segunda etapa do Programa de Regularização de Ativos no Exterior, também conhecido como repatriação, regularizou R$ 4,6 bilhões, informou hoje (3), em Brasília, a Receita Federal. Os impostos e multas chegaram a R$ 1,615 bilhão, abaixo da estimativa feita pelo governo.

Originalmente, o governo esperava arrecadar R$ 13 bilhões (com multas e impostos) na segunda etapa do programa, mas a estimativa foi reduzida para R$ 2,852 bilhões no último Relatório Bimestral de Avaliação de Receitas e Despesas pelo Ministério do Planejamento.

Por meio do programa de regularização de ativos, os contribuintes com recursos lícitos no exterior não declarados ao Fisco poderão pagar 15% de Imposto de Renda e 20,25% de multa. Em troca, receberão anistia do crime de evasão de divisas.

A Receita informou ontem apenas o número de contribuintes que fizeram a regularização: 1.915 pessoas físicas e 20 empresas. Segundo o órgão, era preciso aguardar o recebimento de informações conclusivas da rede bancárias para informar os valores arrecadados.

Situação pode ser corrigida

Segundo a Receita, o contribuinte que não aderiu ao programa para regularizar seus ativos poderá, para fins exclusivamente tributários, corrigir a situação. A Pessoa Física deve retificar a Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (DIRPF) em relação ao ano-calendário de aquisição da renda ou do ativo e efetuar o pagamento do imposto de renda, acrescido de multa de mora e juros Selic.

As empresas devem registrar as receitas ou ativos na respectiva contabilidade e retificar a Escrituração Contábil Digital e a Escrituração Fiscal Digital transmitidas no âmbito do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), retificar a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF) e pagar os tributos devidos acrescidos de multa de mora e juros Selic.

Veja Também
Faturas de cartões de crédito terão que mostrar taxas de juros cobradas
Em Dourados, adesão ao Refis segue até 22 de dezembro
Orçamento de 2018 prevê salário mímino de R$ 965
MS estenderá concessão de incentivos fiscais até 2033
Instituto Biomassa de MS vai atender empresas de todo o País
Lideranças empresariais recebem certificação em excelência sindical
Caminhão Quita Fácil da Caixa chega a Campo Grande
IPVA: entenda como é calculado o tributo e com base em que valores
Sexta, 15 de Dezembro de 2017 - 09h05Receita paga hoje o último lote do ano de restituição do Imposto de Renda Lote contempla cerca de 1,9 milhão de contribuintes, que vão receber R$ 2,88 bilhões
Programa que dá desconto a devedores é prorrogado
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento