Menu
25 de janeiro de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Campo Grande

Prefeito manda secretarias economizarem

Foi determinada redução de, no mínimo, 30% dos gastos, comparando ao que foi custeado em 2018

8 Ago2019Da redação15h05

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), determinou que as secretarias reduzam os gastos em, no mínimo, 30%, em comparação ao custeio do ano passado. A exigência consta de decreto publicado nesta quinta-feira (8), no Diário Oficial de Campo Grande.

O decreto inclui serviços de publicidade e propaganda; festividades e homenagens; combustíveis e lubrificantes, bem como manutenção e conservação de veículos leves; aquisição de material de consumo e serviços; e contas de água e esgoto, energia elétrica, telefone fixo e móvel, e internet.

A publicação ainda determina que até o dia 31 de agosto de 2019 os órgãos, entidades e fundos municipais informem o valor total estimado para redução das despesas.

Também há restrição para as cedências com ônus para o Município, que ficam proibidas até 31 de dezembro de 2020. A exceção ocorre apenas em casos que implicarem parcerias, convênios ou termos de cooperação técnica.

“São medidas que tomamos para dar segurança ao funcionalismo, garantindo pagamento dos salários em dia, e para manter os investimentos fundamentais para que nossa cidade se desenvolva”, justificou o prefeito.

 Prefeitura já havia publicado decreto semelhante em 2017, quando determinou a redução de, no mínimo, 20% (vinte por cento) em relação à média dos gastos efetuados no ano de 2016, das despesas de custeio.

Veja Também

Prefeito abre no domingo a 10ª edição da Feira da Indústria de Calçados
Passeios em Bonito terão até 60% de desconto para sul-mato-grossenses
Celulose e carnes alavancam exportação
Seguro-desemprego em atraso deve ser liberado até amanhã
Preços de produto de higine pessoal e limpeza variam até 222% na Capital
Centro-Oeste receberá R$ 7,1 bilhões para produtores
Sebrae inicia orientação gratuita sobre Declaração Anual do MEI
Brasil e Alemanha firmam acordo de no setor agrícola
Confiança do empresário melhora lentamente
Previsão de nova safra recorde