Menu
21 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner FIEMS - Mês da Industria
Aumentos

Preço do gás de cozinha vai subir com nova política da Petrobras

Mudança da política de preços praticada pela empresa mira os contratos de venda do GLP para as distribuidores

1 Nov2016Da redação10h41

Uma nova política adotada pela Petrobras, que altera o valor do repasse da estatal às refinarias, faz o preço do gás de cozinha subir a partir desta terça-feira. dia 1º de novembro.

Segundo comunicado enviado às distribuidoras de gás liquefeito de petróleo (GLP), o repasse será de até 4%, variando de acordo com o contrato firmado e com a região.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, a região Nordeste do país deve ser afetada pelo maior reajuste, de 4%. O estado de São Paulo deve ter uma variação de aumento de 1% a 4%.

A mudança da política de preços praticada pela Petrobras mira os contratos de venda do GLP para as distribuidores. A partir de agora, estas passam a arcar com o valor de uma taxa pelo uso da estrutura oferecida pela empresa estatal.

Dessa forma, toda distribuidora que estocar seus produtos em tanques da Petrobras deverão pagar mais caro pelo serviço.

Veja Também