Campo Grande •21 de Janeiro de 2018  • Ano 7
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner águas guariroba - campanha dezembro

Laureano Secundo | Terça, 11 de Abril de 2017 - 08h24Comércio deve vender menosIntenção de compra chega a 60% contra média de 80% nos anos anteriores

Consumidor está retraído quando se fala em comprar chocolate
Consumidor está retraído quando se fala em comprar chocolate (Foto: Arquivo Diário Digital)

O consumidor está mais retraído na intenção de comprar chocolate para presentear nesta páscoa e 60% têm intenção de  ir as compras sendo em anos anteriores a m[edia sempre foi acima de 80%. Uma pesquisa de intenção de compra para a festividade foi produzida na última quinzena de março, com entrevistas de 614 pessoas, em sete regiões da Capital: Segredo, Prosa, Lagoa, Imbirussu, Anhanduizinho, Bandeira e Centro. Levantamento produzido pelo Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande em parceria com a Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG)

O ovo de chocolate está no topo da lista de presentes, com 60,8% da preferência, e em segundo lugar, com 19,1%, aparece a caixa de bombons. Barra de chocolate, cestas de bombons e chocotone foram outras opções citadas com menor incidência. Grande parte dos campo-grandenses também deve levar para casa mais que um produto, já que 30,5% dos entrevistados presentearão duas pessoas e 19,3% apontaram três indivíduos. Apenas 28,1% indicaram um ente a ser presenteado. Filhos, mãe e esposo (a) foram as principais pessoas apontadas a receberem os presentes.

 

Ainda segundo o estudo, 27,7% estão dispostos a gastar até R$ 50,00; 24,4% pretendem investir de R$ 91,00 a R$ 130,00; e 15% gastarão de 176,00 a R$ 210,00. No total, 67,1% dos consumidores poderão desembolsar até R$ 210,00 com presentes para a festividade. 

 

A forma de pagamento mais apontada (62%) foi a opção à vista (dinheiro e cartão de débito), o que representa uma boa notícia para a economia de Campo Grande, avalia o presidente da ACICG. “Com dinheiro na mão, as chances de negociação são maiores. O comerciante pode criar estratégias conforme o volume da venda e o cliente pode ser atraído pelos descontos, por exemplo. Percebemos que os consumidores estão mais seletivos para não comprometer o orçamento, tanto que este levantamento sinaliza que 67% dos entrevistados realizarão pesquisas de preços antes de efetivarem suas compras”, explica João Carlos Polidoro. 

 

Veja Também
Sábado, 20 de Janeiro de 2018 - 17h38Sucessão familiar na Agropecuária Mais de 260 pessoas participam do Encontro Jovens do setor rural
Sábado, 20 de Janeiro de 2018 - 15h23MS teve pior ano para fechamento de empresas Quase 3.000 empresas encerraram suas atividades em 2017
Gás de cozinha mais barato
Colheita da soja começa em fevereiro
Congresso Brasileiro de Olericultura será em Bonito
Preço do gás de cozinha cai 5% nas refinarias a partir de sexta-feira
Inflação do aluguel acumula queda de 0,34% em 12 meses
Sétimo lote do abono salarial 2016 começa a ser pago hoje
Tarifa de energia deve permanecer na bandeira verde até março, diz ministro
Sicredi União MS/TO chega aos 30 anos e lança marca comemorativa
Square notícias UCI 2018
Vídeos
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2018 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento