Menu
18 de julho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Super Banner Campo Grande Expo
Economia

No Facebook, presidente Michel Temer comemora resultados da economia

Temer iniciou a mensagem afirmando que o emprego de militares está amparado pela Constituição Federal

29 Jul2017Da Agência Brasil12h21

O Palácio do Planalto divulgou hoje (29) mais um vídeo na conta oficial do presidente Michel Temer no Facebook. Desta vez, o vídeo do presidente Michel Temer é para comemorar resultados da economia.

No vídeo, Temer diz que o governo “está melhorando a economia”. “A inflação baixou no mês de junho. Nos últimos 12 meses está em 3,5% contra mais de 10% quando assumi a Presidência da República no ano passado”, diz.

Outra boa notícia, acrescenta o presidente, é que pela primeira vez em quatro anos a taxa básica de juros, a Selic, está abaixo de dois dígitos. Na última quarta-feira (26), o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central reduziu a Selic em 1 ponto percentual para 9,25% ao ano, o menor nível desde agosto de 2013. “Os juros caíram para 9,25% ao ano é a sétima queda seguida. Isso é importante para você que quer comprar a casa própria, adquirir um carro ou eletrodoméstico, por exemplo”, diz Temer.

“Mas as boas notícias não param por aí. A produção industrial avançou e cresceu 4% em relação a maio do ano passado. Essa semana demos ainda um passo decisivo na modernização das leis do setor mineral. Eliminamos entraves, facultamos atividades de pesquisa, fortalecemos a segurança jurídica, simplificamos processos e criamos a Agência Nacional de Mineração. Tudo isso respeitando o meio ambiente. Esses bons resultados só nos aninam a continuar trabalhando pelo Brasil. Vamos em frente”, finaliza o presidente.

Ontem, Temer divulgou outros dois vídeos. No final da tarde, foi publicado um vídeo para comemorar a queda da taxa de desemprego. O presidente também anunciou nesse vídeo o adiantamento das parcelas do 13º salário para os aposentados.

No outro vídeo, pouco depois de assinar um decreto autorizando o uso das Forças Armadas no Rio de Janeiro, o presidente Michel Temer veio a público comentar a decisão. Temer iniciou a mensagem afirmando que o emprego de militares está amparado pela Constituição Federal. Dirigindo sua fala aos moradores do Rio de Janeiro, justificou o decreto citando a gravidade da crise de segurança pública no estado.

Veja Também

Pagamento da primeira parcela do 13º de aposentados começa em agosto
Prefeitura reajusta salários de 22 categorias
Inflação dos aluguéis recua
Pagamento começa em 27 de agosto
Exportação de industrializados cresce 26%
Banco Central divulga ranking de queixas a bancos no segundo trimestre
Comércio do centro tenta reduzir prejuízos
A partir desta segunda, consulta ao saldo do PIS está liberada
Má governança ambiental põe em risco a contribuição brasileira para o Acordo de Paris
Petrobras reduz preço da gasolina nas refinarias em 1,75%