Campo Grande •17 de Dezembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner ALMS - Materiais Campanha Gestão para Pessoas Sustentação

Laureano Secundo | Terça, 25 de Julho de 2017 - 11h10BNDES lança editais para desestatizar MS GásLicitações fazem parte do Programa de Parcerias de Investimentos e envolvem avaliação financeira e estudos técnicos

Processo de desestatização da MSGás já teve início pelo BNDES
Processo de desestatização da MSGás já teve início pelo BNDES (Foto: Divulgação)

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) publicou os editais para contratação de serviços relativos à estruturação e implementação da desestatização de duas companhias estaduais de distribuição de gás natural: a Companhia de Gás do Estado de Mato Grosso do Sul (MSGás) e a Companhia Pernambucana de Gás (Copergás).

Para ambas as companhias, estão previstos dois itens de contratação: “Serviço A”, relativo à avaliação econômico-financeira; e “Serviço B”, que envolve o estudo de alternativas para evolução no modelo regulatório do setor, a modelagem do processo de desestatização, uma completa due dilligence da companhia, assessoria jurídica e de comunicação além do escopo previsto no “Serviço A” e outros serviços profissionais especializados.

Os valores globais estimados para as licitações são, no caso da Copergás, de até R$ 2,07 milhões para o Serviço A, e de até R$ 14,53 milhões para o Serviço B. Para a MSGás, os valores globais estimados são de até R$ 2,07 milhões para o Serviço A e até R$ 13,22 milhões para o Serviço B.

Essas licitações fazem parte do apoio do BNDES ao Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) – criado pelo Governo Federal, através da Medida Provisória nº 727, de 12/05/2016, convertida na Lei Federal nº 13.334 de 13/09/2016, para reforçar a coordenação​​ das políticas de investimentos em infraestrutura.

Até agora, sete estados já manifestaram formalmente ao BNDES o interesse para desestatização de suas empresas de distribuição de gás natural: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Paraíba. Em 20 de julho foi publicado aviso de licitação para contratação de consultorias para o primeiro lote de projetos referente aos estados de Pernambuco e Mato Grosso do Sul. As licitações ocorrerão nos dias 10 e 11 de agosto, respectivamente. O apoio do BNDES aos estados englobará a contratação e coordenação das consultorias que preparação todos os estudos necessários e também suporte da equipe técnica do banco durante todo o procedimento licitatório.

Os avisos de licitação, editais e tabelas de produtos, preços, prazos e valores estimados dos serviços estão disponíveis na página do BNDES na internet, respectivamente nos pregões eletrônicos nº 50 (Copergás) e nº 51/2017 (MSGás), que podem ser acessados através do link: https://goo.gl/6k9nk3.

Cenário – Impulsionado pela decisão da Petrobras de reduzir sua participação (desinvestimento) em diversos elos da cadeia do Gás Natural, o Ministério de Minas e Energia (MME) está desenvolvendo o Programa do Governo Federal Gás para Crescer, com o objetivo de estabelecer um novo marco regulatório para o setor e garantir o suprimento energético, promovendo maior competitividade e o desenvolvimento da indústria. A Petrobras possui participação dominante em todos os elos da cadeia do Gás Natural (suprimento, processamento, escoamento, transporte, distribuição e consumo) com consequências para a organização e maturidade dessa indústria no país.

A distribuição de gás natural canalizado ainda é realizada por empresas de propriedade dos estados na maioria das unidades da federação. O Decreto nº 9.036, de 20/04/2017, autoriza o BNDES a dar suporte aos estados para a estruturação e o desenvolvimento de projetos de desestatização no setor de distribuição de gás canalizado.

 

Veja Também
Faturas de cartões de crédito terão que mostrar taxas de juros cobradas
Em Dourados, adesão ao Refis segue até 22 de dezembro
Orçamento de 2018 prevê salário mímino de R$ 965
MS estenderá concessão de incentivos fiscais até 2033
Instituto Biomassa de MS vai atender empresas de todo o País
Lideranças empresariais recebem certificação em excelência sindical
Caminhão Quita Fácil da Caixa chega a Campo Grande
IPVA: entenda como é calculado o tributo e com base em que valores
Sexta, 15 de Dezembro de 2017 - 09h05Receita paga hoje o último lote do ano de restituição do Imposto de Renda Lote contempla cerca de 1,9 milhão de contribuintes, que vão receber R$ 2,88 bilhões
Programa que dá desconto a devedores é prorrogado
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
Rec banner - Patio central
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento