Menu
1 de junho de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Nacional

Ministério da Agricultura instala Câmara da Cerveja

Objetivo é fomentar e diversificar produção nacional da bebida

3 Nov2019Agência Brasil16h56

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento instalou hoje (30) a Câmara da Cerveja, com o objetivo de abrir um espaço de debates para o fomento e a diversificação da produção nacional, além de servir de canal para as demandas do setor, que responde por cerca de 2% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, movimentando R$ 100 bilhões por ano e gerando 2,7 milhões de empregos.

De acordo com a pasta, a qualificação das pequenas cervejarias está entre as metas prioritárias, com previsão de ações visando o acesso a mercados externos e a promoção da cerveja brasileira em feiras e eventos e capacitação das cervejarias para exportação. Com mais de 1.190 empresas registradas e produção de 14 bilhões de litros por ano, o setor cervejeiro brasileiro é o terceiro maior do mundo.

A câmara será integrada por entidades ligadas a toda a cadeia produtiva cervejeira, para discutir temas ligados à política agrícola, defesa agropecuária, estruturação e ao fomento da cadeia produtiva, à pesquisa e inovação, a linhas de financiamento, mercados interno e externo e assuntos fundiários. Entre as entidades, estão a Associação Brasileira da Cerveja Artesanal (Abracerva), a Associação Brasileira de Bebidas (Abrabe), a Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (CervBrasil) e o Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja (Sindicerv).

Durante a cerimônia de instalação da câmara, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse que apasta dará atenção especial aos pequenos cervejeiros e que a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) poderá desenvolver novas formas de cultivo de lúpulo e cevada para diversificar a produção nacional de cerveja, a exemplo do que faz com o trigo.

"Precisamos agora consolidar os cervejeiros artesanais, as pequenas cervejarias, facilitando a vida deles. Vocês não são concorrentes, vocês são complementares", disse a ministra. Em nota, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento informa que, nos Estados Unidos, as cervejarias artesanais movimentam US$ 27 bilhões por ano, e que, no Brasil, não há dados específicos sobre a economia das empresas artesanais, a não ser os dados do próprio ministério a partir do registro formal de novas fábricas.

Conseagri - Após a instalação da câmara, Tereza Cristina reuniu-se com membros do Conselho Nacional dos Secretários de Agricultura (Conseagri), aos quais anunciou um empréstimo de US$ 195 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para investimentos no sistema brasileiro de defesa agropecuária.

“Conseguimos finalmente aprovar um financiamento no Senado, de US$ 195 milhões, para ajudar a defesa sanitária brasileira”, disse a ministra aos secretários estaduais. “Não é a fundo perdido, mas é a juros baratos, e isso é importantíssimo para organizar o sistema sanitário como um todo”, completou.

Veja Também

Saque de auxílio está disponível para quem nasceu em fevereiro
Comércio prepara Dia Livre de Impostos
Intenção de consumo na Capital atinge menor nível desde setembro
Metade dos contribuintes entregou declaração do IR
Saque aniversário do FGTS poderá ser usado para garantir empréstimos
Laboratório de Inovação iniciado pelo Sebrae-MS completa 4 anos
Só 36 municípios se habilitam para o ICMS Ecológico
Caixa abre 39 agências em MS neste sábado
Governo defende reformas após a pandemia para recuperar o PIB
Bolsonaro diz que auxílio emergencial deverá ter quarta parcela