Campo Grande •11 de Dezembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner ALMS - Materiais Campanha Gestão para Pessoas Sustentação

Mariel Coelho, em colaboração ao Diário Digital | Quinta, 9 de Fevereiro de 2017 - 16h10Mato Grosso do Sul tem aumento na exportação no mês de janeiroCrescimento foi de 93,29%, volume maior comparado ao do ano passado

(Foto: Divulgação/Governo de MS)

A balança comercial de Mato Grosso do Sul de janeiro registrou um volume maior de exportações em relação ao mesmo período do ano passado, com crescimento de 93,29% na comparação com janeiro de 2016.  Houve melhora na demanda internacional de celulose, açúcar, carnes, mas a variação do câmbio e a queda dos preços em dólar no mercado internacional estão no radar do governo do Estado. Os dados estão na Carta de Conjuntura do Setor Externo, divulgada pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico (Semade).

“Em termos de volume tivemos um desempenho bastante positivo, principalmente na celulose, açúcar e carnes. Apenas o minério de ferro ainda não se recuperou. Por outro lado, o câmbio está valorizando o que não favorece o faturamento e a rentabilidade. Temos que manter o dinamismo da economia. Além disso, a taxa de câmbio precisa manter os patamares atuais, dado que os preços em dólar têm caído no mercado internacional”, comentou o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck.

Com relação ao resultado em janeiro de 2017, o superávit foi de US$ 109 milhões, inferior ao superávit verificado em janeiro de 2016, de US$ 113 milhões. Entre os principais produtos exportados, a “celulose e outras pastas para fabricação de papel” lidera a pauta de exportações, com 33,01% do total exportado em termos do valor, mas com queda de 6,81% em relação ao mesmo período no ano passado. Em relação ao volume tivemos aumento de 22,02%. O segundo lugar foi ocupado por “produtos das usinas e do refino de açúcar”, com 19,35% de participação, com aumento em termos de valor de 172,07% em relação a janeiro do ano passado.

Veja Também
IPTU da Capital ficará 2,56% mais caro em 2018
Segunda, 11 de Dezembro de 2017 - 10h01Índice usado em contratos de aluguel acumula queda de 0,68% em 12 meses Apesar da deflação acumulada, o IGP-M registrou alta de 0,73% em dezembro, taxa superior ao -0,02% da prévia de novembro
Transporte e habitação fazem inflação subir na Capital
Sexta, 8 de Dezembro de 2017 - 12h28Receita abre consulta ao sétimo desde lote de restituição do IRPF de 2017 Imposto contempla 30.300 contribuintes de Mato Grosso do Sul
Arrecadação do Refis de MS chega a 70 milhões
Receita abre consulta ao último lote de restituição do Imposto de Renda 2017
Empregadores têm até hoje para fornecer informações ao Caged
Prazo para adesão ao Refis de MS encerra em 10 dias
Tarifa de água ficará mais cara em 6 de janeiro
Quarta, 6 de Dezembro de 2017 - 11h22Inflação desacelera em novembro e é menor para famílias com renda mais baixa FGV constatou ainda que a inflação medida pelo IPC-C1 fechou o mês de novembro abaixo da taxa relativa ao IPC-Br
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
Rec banner - Patio central
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento