Campo Grande •27 de Maio de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Corrida de Outono patrocinadores

Da Agência Brasil | Sexta, 6 de Janeiro de 2017 - 09h40IBGE diz que preços ao produtor sobem 0,78% em novembroDados foram divulgados hoje (6)

Em todo o país, o Índice de Preços ao Produtor (IPP) fechou novembro com alta de 0,78%. Apesar do resultado ser 0,69 ponto percentual superior ao de outubro (alta de 0,09%), os preços ao produtor encerraram o período janeiro-novembro com alta acumulada de apenas 0,04% - ficando praticamente estáveis.

Os dados foram divulgados hoje (6), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Indicam que o resultado acumulado dos últimos meses, comparativamente aos doze meses imediatamente anteriores, foi de apenas 0,05%.

O IPP mede a evolução dos preços de produtos na porta da fábrica, sem impostos e fretes, de 23 setores da indústria de transformação e das indústrias extrativas.

Segundo o IBGE, a variação do IPP de novembro (0,78%) reflete alta de preços em 21 das 24 atividades na comparação com outubro, contra apenas 11 de setembro. As quatro maiores altas se deram em metalurgia (3,67%), fumo (3,62%), outros equipamentos de transporte (3,24%) e indústrias extrativas (2,2%).

Já em termos de influência, as maiores pressões foram exercidas pela atividade de metalurgia, com contribuição de 0,26 ponto percentual para o IPP do mês; outros equipamentos de transporte (0,08 ponto percentual); alimentos (0,07 ponto) e a indústrias extrativas (0,07 pontos percentuais).

Veja Também
Contas de luz de junho terão bandeira verde, sem acréscimo na tarifa
Troca de experiências e negócios em cafeteria
Feira de imóveis é oportunidade de comprar casa própria a partir de R$ 100 mil
CDL-CG e Sebrae realizam Missão Food Brasil
Quinta, 25 de Maio de 2017 - 13h07Taxa de juros do rotativo do cartão de crédito cai para 422,5% ao ano Queda em relação a março, foi de 67,8 pontos percentuais
Quinta, 25 de Maio de 2017 - 10h30Confiança do Comércio recua em maio depois de cinco altas consecutivas Resultado ocorre após cinco altas consecutivas, período em que indicador acumulou crescimento de 11,1 pontos
Quarta, 24 de Maio de 2017 - 12h25Lucro da Caixa cresce 81,8% no primeiro trimestre deste ano Ao final de março, a Caixa possuía R$ 2,2 trilhões em ativos administrados
Conta de luz pressiona inflação, diz FGV
Comércio apresenta queda de receita
Segunda, 22 de Maio de 2017 - 11h38Fiems defende continuidade das reformas Entidade que representa o setor da indústria pede calma diante a crise para que não hajam retrocessos
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - cirurgia.net
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento