Campo Grande •25 de Setembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Rota das Estações - Primavera

Laureano Secundo com Agência Brasil | Sábado, 2 de Setembro de 2017 - 08h32Gasolina tem 3º reajusteEm três semanas combustíveis tiveram três aumentos

Postos já podem repassar aumento para o consumidor
Postos já podem repassar aumento para o consumidor (Foto: Arquivo Diário Digital)

A Petrobras irá elevar, a partir deste sábado (2), o preço da gasolina em 2,7% nas refinarias. O repasse ou não ao consumidor fica a critério dos postos. O preço médio da gasolina nos postos do país subiu pela 3ª semana consecutiva, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (1) pela Agência Nacional de Petróleo (ANP). De acordo com o levantamento semanal, o litro do combustível ficou 0,13% mais caro, passando de R$ 3,773 para R$ 3,778. O valor é o maior registrado no país neste ano.

Na quinta-feira, a estatal já havia anunciado um aumento de 4,2% na gasolina, com validade a partir desta sexta-feira, depois da disparada das cotações internacionais provocada pela passagem do furacão Harvey. Nos EUA, o preço da gasolina atingiu máxima de 2 anos após a tempestade tropical atingir o centro da indústria de refino.

A Petrobras passou a adotar a nova política de preços de combustíveis em 3 de julho. Desde então, os anúncios de reajustes passaram a ser mais frequentes, inclusive diariamente. Desde o início do novo método, os preços da gasolina acumulam alta de 13,05%.

O preço da gasolina vinha em trajetória de queda desde maio. A tendência se reverteu após o governo anunciar um aumento do PIS e Cofins sobre os combustíveis, uma medida para elevar a arrecadação fiscal.

Etanol e diesel

O preço do diesel recuou para o consumidor final nesta semana. O valor cobrado por litro, que estava em R$ 3,103, foi para R$ 3,101. Já o preço do etanol voltou a subir. O valor médio por litro passou de R$ 2,597 para R$ 2,615. A ANP consultou 3.092 postos para calcular a média de preços da gasolina, 2.730 para o etanol e 1.767 para o diesel. 

Nova política da Petrobras

No fim de junho, a Petrobras revisou sua política de preços do diesel e da gasolina, dando certa liberdade para que a área de marketing e comercialização da empresa reajuste as cotações na refinaria de forma mais frequente, inclusive diariamente. A ideia é que os preços domésticos não fiquem aquém das observadas no exterior. O objetivo é buscar maior competitividade e recuperar receita e participação de mercado – devido ao aumento das importações de combustíveis, distribuidoras concorrentes vêm ganhando mercado da estatal.

Em nota divulgada na quarta-feira, a Petrobras informou "que os ajustes promovidos têm sido suficientes para garantir a aderência dos preços praticados pela companhia às volatilidades dos mercados de derivados e ao câmbio".

 

Veja Também
Domingo, 24 de Setembro de 2017 - 15h00Prazo para produtores rurais aderirem a parcelamento acaba esta semana Aplicação dessa regra varia conforme a legislação específica de cada modalidade de parcelamento
Horário de verão pode ser extinto este ano
Domingo, 24 de Setembro de 2017 - 10h25Horário de verão pode ser extinto este ano; governo quer ouvir sociedade Se a definição for pela enquete, ela será lançada no Portal do Planalto na próxima semana
Fiems e Senai vão discutir indústria do futuro no Estado
Nova lei aumenta juros para empréstimos a longo prazo pelo BNDES
Pesquisa estuda produção de energia alternativa em MS
CDL divulga nota de repúdio à Lei da Inadimplência
Quinta, 21 de Setembro de 2017 - 12h04Servidores vestidos de preto fazem protesto no Banco Central Funcionários querem apoio do BC para a aprovação da emenda 51
Expectativa de inflação dos brasileiros sobe para 6,7%, diz FGV
Supermercado troca desconto nas compras por bônus no celular
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
Rec banner - Patio central
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento