Campo Grande •21 de Outubro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner FM Cidade

Da redação | Segunda, 10 de Abril de 2017 - 14h31Feirão do Imposto será lançado nesta segunda-feira na CapitalEvento marca a adesão de Mato Grosso do Sul a movimento nacional

(Foto: Divulgação)

Será realizado nesta segunda-feira, 10, às 18h, o lançamento Feirão do Imposto 2017, no Living Lab do Sebrae/MS, marcando a adesão de Mato Grosso do Sul ao movimento nacional da Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje) para conscientização sobre a alta carga tributária que incide nos produtos e serviços do País. O evento é aberto à comunidade e reunirá lideranças de grupos de empreendedorismo, representantes de entidades do setor produtivo e empresários.

Membro do Conselho de Jovens da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (CJE/ACICG) e coordenador estadual da iniciativa, Rodney Júnior explica o Feirão do Imposto promove um alerta para a realidade do sistema tributário brasileiro, desenvolvendo atividades como venda de combustíveis e itens alimentícios com impostos subsidiados, exposição de produtos com e sem valor de taxas tributárias, entre outras ações. “Hoje, apresentaremos o tema da edição 2017, que terá o objetivo de provocar uma reflexão na população sobre o impacto da corrupção nos impostos e a necessidade pela aplicação correta dos tributos em benefício para a sociedade”, revela.

O lançamento também pretende capitanear parceiros para o dia 27 de maio, quando ocorrerá uma mobilização simultânea em 24 estados e mais de 100 cidades. Em 2016, na Capital, foram ofertados 10 mil litros de gasolina com a dedução dos tributos que, sem o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), caiu de R$ 3,349 para R$ 1,990 - o litro.

Regionalmente, o Feirão do Imposto será realizado em dois municípios: Campo Grande e Três Lagoas, liderado pelo CJE/ACICG, Conaje, Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem de Campo Grande e pela Associação de Jovens Empresários de Três Lagoas (AJE). A iniciativa também tem o apoio da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande, Câmara de Dirigentes Lojistas de Campo Grande (CDL/CG), Movimento Brasil Eficiente, Observatório Social Brasil, Confederação das Associações Comerciais do Brasil (CACB) e Ministério Público Federal - Combate à Corrupção.

Situação no Brasil - Segundo a Organização de Transparência Internacional, o Brasil piorou três posições no ranking sobre a percepção da corrupção no mundo em 2015, ficando na 79ª posição entre 176 países, ao lado de China, Índia e Bielorússia. O estudo leva em conta outros 13 levantamentos relacionados a corrupção realizados por instituições como Banco Mundial, World Justice Project e Global Insight.

A corrupção interfere no retorno dos impostos em benefícios para a sociedade, porque retira investimentos em áreas essenciais como saúde, segurança e educação. De acordo com a Organização das Nações Unidas, estima-se que, aproximadamente, R$ 200 bilhões são desviados no Brasil, por ano. Este valor significa três vezes o orçamento da saúde ou educação, e cinco vezes o orçamento da segurança pública.

A corrupção também afeta a competitividade das empresas, sendo que o Brasil perdeu mais seis posições no ranking das economias mais competitivas do mundo, caindo para a 81ª colocação em 2016. O ranking avalia 138 países e foi divulgado pelo Fórum Econômico Mundial, em parceria com a Fundação Dom Cabral (FDC).

O levantamento é um termômetro do nível de produtividade e das condições oferecidas pelos países para gerar oportunidades e para que as empresas possam obter sucesso. Além disso, a corrupção atrapalha o desenvolvimento econômico e social. Pesquisas revelam que quanto maior o índice de corrupção, maior será a desigualdade e menor será o desenvolvimento.

Veja Também
Tarifa de energia deve ficar no patamar 2, se escassez de chuva continuar
Governo divulga valor da Uferms para os meses de novembro e dezembro
BC lança campanha para uso consciente do cartão de crédito
Deputados pedirão liminar para JBS retomar abates
Um terço das lavouras estão semeadas
Grupo quer instalar fábrica de carros elétricos na Capital
Atividade econômica tem queda de 0,38% em agosto, após dois meses de crescimento
JBS paralisa compra e abate de bovinos no Estado
Refis: obrigações acessórias de ICMS podem ser parceladas
Caixa e BB antecipam em dois dias pagamento do PIS/Pasep a correntistas
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
Rec banner - Patio central
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento