Menu
24 de maio de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Super Banner TCE - Combate à corrupção
Exportações

Soja é principal produto exportado por MS

A China continua a ser grande parceiro comercial de Mato Grosso do Sul

12 Out2018Da redação07h05

As exportações de Mato Grosso do Sul registraram no acumulado do janeiro a agosto de 2018 um crescimento de 22% frente ao mesmo período de 2017, passando de US$ 3,275 bilhões para US$ 3,996 bilhões, um incremento de US$ 720,899 milhões.

O desempenho registrado nestes dois quadrimestres deste ano, conforme dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), foi o melhor da história do estado no mesmo intervalo de tempo. Antes, o recorde tinha sido obtido na parcial de oito meses de 2014, US$ 3,825 bilhões.

Segundo o MDIC, um conjunto de cinco produtos foi responsável por 82,59% de toda a receita do estado com as exportações no acumulado de 2018. Fazem parte desse grupo a soja, com embarques que totalizaram US$ 1,571 bilhão, o equivalente a 39,32% de todo o faturamento sul-mato-grossense; a celulose, com US$ 1,245 bilhão; a carne desossada e congelada de bovino, com US$ 206,335 milhões; os pedaços e miudezas comestíveis e congelados de galos e galinhas, com US$ 149,714 milhões e as carnes desossadas frescas ou refrigeradas de bovinos, com US$ 127,753 milhões.

O principal parceiro comercial de Mato Grosso do Sul continua a ser a China. Mais da metade das exportações do estado, 50,99% da receita, o que representa US$ 2,038 bilhões, foram obtidos na venda de produtos para o país asiático.

A China, conforme o MDIC, nestes dois quadrimestres deste ano, comprou 18 produtos do estado, sendo os dois principais a soja, com US$ 1,285 bilhão em aquisições e a celulose, com US$ 690,358 milhões.

As vendas de soja para o pais asiático representam 81,79% da receita de Mato Grosso do Sul com o total das exportações do produto e de celulose, 55,42%.

 

Veja Também

Empresários: prazo para informar responsável técnico termina no dia 3
Economia Após reforma da Previdência governo quer avançar em privatizações Guedes disse que privatizações vão travar gastos com juros da dívida
Caixa chama candidatos aprovados no concurso de 2014
Mais de 2 milhões ainda não sacaram abono salarial ano-base 2017
Previsões para o crescimento da economia estão cada vez menores
Senai projeta maior procura por energia solar com descontos no IPTU e ISS
Sefaz discute cronograma para implantar Programa Nota Fiscal Pantaneira
Tesouro Direto paga valor recorde de R$ 9 bi em vencimento de título
BNDES registra lucro de R$ 11,1 bilhões no primeiro trimestre de 2019
Bioceânica movimentará até US$ 1,5 bi