Menu
19 de outubro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner CCR-MS Via
Exportações

Soja é principal produto exportado por MS

A China continua a ser grande parceiro comercial de Mato Grosso do Sul

12 Out2018Da redação07h05

As exportações de Mato Grosso do Sul registraram no acumulado do janeiro a agosto de 2018 um crescimento de 22% frente ao mesmo período de 2017, passando de US$ 3,275 bilhões para US$ 3,996 bilhões, um incremento de US$ 720,899 milhões.

O desempenho registrado nestes dois quadrimestres deste ano, conforme dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), foi o melhor da história do estado no mesmo intervalo de tempo. Antes, o recorde tinha sido obtido na parcial de oito meses de 2014, US$ 3,825 bilhões.

Segundo o MDIC, um conjunto de cinco produtos foi responsável por 82,59% de toda a receita do estado com as exportações no acumulado de 2018. Fazem parte desse grupo a soja, com embarques que totalizaram US$ 1,571 bilhão, o equivalente a 39,32% de todo o faturamento sul-mato-grossense; a celulose, com US$ 1,245 bilhão; a carne desossada e congelada de bovino, com US$ 206,335 milhões; os pedaços e miudezas comestíveis e congelados de galos e galinhas, com US$ 149,714 milhões e as carnes desossadas frescas ou refrigeradas de bovinos, com US$ 127,753 milhões.

O principal parceiro comercial de Mato Grosso do Sul continua a ser a China. Mais da metade das exportações do estado, 50,99% da receita, o que representa US$ 2,038 bilhões, foram obtidos na venda de produtos para o país asiático.

A China, conforme o MDIC, nestes dois quadrimestres deste ano, comprou 18 produtos do estado, sendo os dois principais a soja, com US$ 1,285 bilhão em aquisições e a celulose, com US$ 690,358 milhões.

As vendas de soja para o pais asiático representam 81,79% da receita de Mato Grosso do Sul com o total das exportações do produto e de celulose, 55,42%.

 

Veja Também