Campo Grande • 07 de dezembro de 2016 • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Da Agência Brasil | sexta, 23 de setembro de 2016 - 10h30Estiagem do ano passado prejudica produção de caféCafé corresponde a 6% do valor da produção agrícola nacional

Apesar da queda, o valor da produção do café chegou a R$ 15,85 milhões, com alta de 1,1%
Apesar da queda, o valor da produção do café chegou a R$ 15,85 milhões, com alta de 1,1% (Foto: Arquivo/Agência Brasil)

No ano passado, a estiagem prejudicou a produção de café no Brasil, e houve queda de 5,7%, em comparação com a de 2014, com 2,6 milhões de toneladas. Não houve, porém, queda no valor da produção, que alcançou R$ 15,85 bilhões, com variação positiva de 1,1%. O café corresponde a 6% do valor da produção agrícola nacional.

Os dados foram divulgados hoje (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na pesquisa Produção Agrícola Municipal (PAM) – Culturas temporárias e permanentes. Entre as espécies analisadas pelo IBGE, o café arábica, responsável por 75,4% da produção nacional, teve queda de 0,9% e o canephora, de 17,7%.

O maior produtor foi Minas Gerais, responsável por 50,9% do total, com 1,3 milhão de toneladas. A Zona da Mata e o sul do estado foram beneficiados pelo clima, mas a produção no Cerrado caiu por falta de chuva. No Espírito Santo, que responde por 23,4% do total nacional, houve queda de 10,2% na colheita, também devido à escassez de chuvas. No Paraná, em que o plantio tinha sido prejudicado pela geada em 2014, a produção aumentou 119%.

A produção de algodão também caiu no ano passado, devido ao baixo preço no mercado, com queda de 14% na cotação em dólar. A queda foi de 4% e a produção ficou em 4 milhões de toneladas. Apesar disso, as exportações aumentaram e atingiram o maior nível da história, 858,6 milhões de toneladas, destinadas principalmente à Ásia.

O estado de Mato Grosso lidera a produção de algodão no país, com 58,4% do total nacional.

Veja Também
terça, 06 de dezembro de 2016 - 16h00CNA prevê expansão de 2% do agronegócio em 2017 Setor representa 48% das exportações totais do país
Industriais de MS pedem contratos dos incentivos fiscais
terça, 06 de dezembro de 2016 - 10h35Setor terciário representa 70% dos empregos gerados em MS Economia sul mato-grossense registrou 645.620 empregos formais em 2015
Coamo lança unidades industriais que vão gerar 2 mil empregos em MS
Receita deve liberar esta semana consulta ao último lote do IR 2016
Comércio funciona até mais tarde a partir de hoje
Empresários de MS pedem desburocratização no acesso ao FCO
Papai Noel traz valores do Natal para o ano inteiro
Renovada, parceria mantém desconto de até 50% para servidores
Número de assinantes de TV paga continua caindo por causa da crise econômica
square noticias uci
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
Rec banner - cirurgia.net
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2016 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento