Menu
21 de setembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Reviva Centro

Câmara discute incentivos para comerciantes

Audiência Pública debate o desenvolvimento da área central

17 Ago2019Da redação14h22

A criação de incentivos para o desenvolvimento da área central de Campo Grande será debatida em Audiência Pública na próxima sexta-feira, dia 23 de agosto, às 9 horas, na Câmara Municipal. O debate foi proposto pelo vereador Dr. Lívio e convocado pela Mesa Diretora da Casa de Leis, presidida pelo vereador Prof. João Rocha e que tem como 1º secretário o vereador Carlão. 

Neste mês, o vereador Dr. Lívio falou sobre o debate na Tribuna da Câmara, salientando os avanços das obras do Reviva Centro que foram importantes para a estrutura da região, mas lembrando que, agora, é importante pensar em medidas para incentivar o comércio local e estimular os moradores do bairro a irem para o Centro. “Que possamos, como Câmara, fazer audiência, cumprir todos os requisitos de formalização para criar esse programa de incentivo a comerciantes do centro, tal qual o Prodes, mas específico para região central”, disse, em referência a similaridades com o programa para desenvolvimento econômico e social voltado a indústrias e empresas. 

O vereador disse que já tem algumas propostas rascunhadas para elaboração deste programa, mas lembrou que, por questão de competência legal, o projeto precisa partir do Executivo. “Vamos levar essa proposta à prefeitura para estimular o desenvolvimento social, local, turístico e incentivar o comércio, deslocamento, mas a questão de incentivos fiscais não nos cabe como Legislativo, mas podemos encampar esse projeto e levar à prefeitura”, disse. 

Devem participar da Audiência comerciantes da região central, entidades como Associação Comercial de Campo Grande e Câmara de Dirigentes Lojistas, Fecomercio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Mato Grosso do Sul), representantes das secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia e da Finanças e Planejamento e Sindicato dos Empregados no Comércio.

Veja Também

Frigorífico será reaberto e vai gerar até 460 empregos
Nova indústria de Três Lagoas é a primeira a beneficiar fibra curta de celulose
Conselho do FCO aprova R$ 335 milhões a mais para empreendedores de MS
Pagar conta e reformar imóvel será destino de dinheiro do FGTS em MS
MS lidera produção de eucalitpo
Pioneiros e Coronel Antonino recebem orientações gratuitas sobre empreendedorismo
BID quer firmar novas parcerias com o Estado
Arábia Saudita vai comprar mais produtos agrícolas do Brasil
Presidente da Fecomércio MS palestra no Café com Negócios
Receita libera 4º lote