Campo Grande •11 de Dezembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner ALMS - Materiais Campanha Gestão para Pessoas Sustentação

Da redação | Quinta, 6 de Outubro de 2016 - 11h30Fiems espera que MS eleve teto do SimplesCongresso já aprovou a elevação e estados podem tomar decisão semelhante

Com a aprovação do projeto de lei pela Câmara Federal, que eleva o teto do Simples Nacional de R$ 3,6 milhões para R$ 4,8 milhões por ano a partir de 2018, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, espera agora que o governador Reinaldo Azambuja também acompanhe a decisão e aumente o teto do Simples estadual. “Entendemos que o governador fez um compromisso com o setor empresarial, principalmente, com os pequenos empreendimentos, e, nessa condição, ele propôs manter o teto do Simples em Mato Grosso do Sul equiparado com o do Simples Nacional”, declarou.

Sérgio Longen destaca que, na primeira equiparação promovida pelo governo estadual, se chegou ao teto de R$ 2,52 milhões por ano. Agora, será necessário tomar uma decisão até o dia 31 de outubro deste ano sobre o novo teto em Mato Grosso do Sul, que começará a vigorar em 1º de janeiro de 2017. “Sabemos que a situação de receita não está fácil para o Governo Federal e para o Governo estadual, mas temos de levar em consideração que o momento é ruim para todos, inclusive para os empresários. Precisamos avançar logo nessa discussão por uma questão de prazo, portanto, acho que o Governo do Estado poderia acompanhar o Simples Nacional, elevando para R$ 3,6 milhões”, sugeriu.

Para o presidente da Fiems, se o Estado fazer a equiparação com o Simples Nacional será um avanço para o setor empresarial. “As empresas sofreram com a elevação da inflação dos últimos anos e precisam manter a competitividade. Por isso, entendemos que, da mesma forma que o Governo Federal, mesmo tendo dificuldades, flexibilizou o aumento do teto do Simples, o Estado também poderia aderir a esse movimento. Isso é o que esperamos do nosso Governo”, afirmou.

Veja Também
IPTU da Capital ficará 2,56% mais caro em 2018
Segunda, 11 de Dezembro de 2017 - 10h01Índice usado em contratos de aluguel acumula queda de 0,68% em 12 meses Apesar da deflação acumulada, o IGP-M registrou alta de 0,73% em dezembro, taxa superior ao -0,02% da prévia de novembro
Transporte e habitação fazem inflação subir na Capital
Sexta, 8 de Dezembro de 2017 - 12h28Receita abre consulta ao sétimo desde lote de restituição do IRPF de 2017 Imposto contempla 30.300 contribuintes de Mato Grosso do Sul
Arrecadação do Refis de MS chega a 70 milhões
Receita abre consulta ao último lote de restituição do Imposto de Renda 2017
Empregadores têm até hoje para fornecer informações ao Caged
Prazo para adesão ao Refis de MS encerra em 10 dias
Tarifa de água ficará mais cara em 6 de janeiro
Quarta, 6 de Dezembro de 2017 - 11h22Inflação desacelera em novembro e é menor para famílias com renda mais baixa FGV constatou ainda que a inflação medida pelo IPC-C1 fechou o mês de novembro abaixo da taxa relativa ao IPC-Br
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento