Menu
23 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Super banner TCE - Campanha Ouvidoria
Transporte

Valor do frete encolhe 15%

Com término da colheita do milho safrinha com relação a agosto

30 Set2016Da redação07h49

Com o fim da colheita do milho safrinha 2015/2016, que ficou 1/3 do abaixo do esperado pelas projeções da Aprosoja e teve impacto direto no valor do frete, que está 15% abaixo do valor praticado no mês de agosto. O presidente do Setlog/MS, Cláudio Cavol, além da colheita ter ficado 33% abaixo do esperado, em torno de três milhões de toneladas a menos, o valor do frete ficou ainda mais baixo do que o praticado no final de safra.

“O  valor do frete sempre cai  em torno de 10% no final da colheita devido a menor oferta de produto e o maior número de caminhões graneleiros no mercado, mas a baixa no produtividade fez com que o frete caísse em 15%”, explica Cavol. Com esta situação as empresas de Transporte Rodoviário que trabalham no transporte de grãos em Mato Grosso do Sul têm mais um fator a equacionar na hora de fazer as contas.

 Atualmente, o valor do frete está em R$ 131,25 a tonelada. Para se ter uma idéia, o transporte de um caminhão bi-trem de 37 toneladas de milho de Maracaju para Ponta Grossa, no Paraná, após deduzir todas as despesas com diesel, pedágio, motorista (diária, alimentação, etc),impostos,  tem um lucro de  apenas R$ 307,00.

“Nos cálculos do frete, deveríamos também contabilizar o desgaste do veículo (pneus, peças, etc.), mas muitos empresários do setor estão deixando de lado, por que há muita concorrência. Estamos praticamente pagando para trabalhar”, explica.

Veja Também

Governo pode adiar reajuste dos servidores, diz ministro da Fazenda
Brasil terá perda de 30% nas exportações de frango para a Europa
MS tem dois frigoríficos embargados pela Europa
Petrobras aumenta preços de combustíveis nas refinarias
MS teve recorde de exportação
Banco Central estuda criar sistema de pagamento instantâneo
Economia Confiança do empresário recua pela primeira vez após oito meses No cálculo do índice, valores abaixo de 50 pontos indicam falta de confiança do empresário
Contribuinte pode obter ajuda para declarar IR no Pátio Central
Projeto garante isenção de IR para indústrias de MS
Áreas de livre comércio em Ponta Porã e Corumbá