Campo Grande •28 de Julho de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Da redação | Segunda, 20 de Março de 2017 - 19h21Dourados busca retomada de obras do Frigorífico do PeixeObras estão paralisadas desde 2013, segundo a prefeitura

(Foto: Hédio Fazan)

A prefeitura de Dourados tem buscado a retomada das obras do Frigorífico do Peixe paralisadas desde 2013. Uma solução, tendo em vista a ativação do local que atenderia uma média de 700 produtores, é cobrada junto ao Ministério da Agricultura para que seja iniciada a segunda etapa das obras.

O investimento no Frigorífico de Dourados foi de pouco mais de R$ 1 milhão até a paralisação, referente a primeira etapa, conforme explica o secretário municipal de Agricultura Familiar e Economia Solidária, Landmark Ferreira Rios. Para a segunda e final etapa, há a necessidade estimada de um valor de R$ 6,8 milhões.

“Este valor seria para o asfaltamento, equipamentos, cercamento, enfim tudo de acordo com o projeto e, tem sido prioridade da prefeita Délia Razuk esse término, para força da economia local no setor”, destaca o secretário. Em 2015, a União devolveu o valor de contrapartida do município de R$ 272 mil que estava depositado em uma conta do Ministério da Agricultura, já que não houve efetivação do projeto.

O secretário destaca que o município cumpriu todas as exigências para a instalação do frigorífico e que com a paralisação das obras, os produtores são prejudicados. “Foi cumprido tudo o que foi solicitado em projeto sanitário, urbanização, licenças ambientais, muitos trâmites e infelizmente o dinheiro não veio. Os produtores padecem sem investimento, poderiam enviar seu pescado, ter o processo de industrialização desse produto, com um valor mais acessível, como um exemplo, para a festa do Peixe, o trabalho seria para 20 mil toneladas, com possibilidade de um preço mais acessível”, citou.

Como o Ministério da Pesca foi extinto, as tratativas sobre o projeto seguem junto ao Ministério da Agricultura.  O secretário enfatiza que os parceiros MS Peixe, Universidade Federal da Grande Dourados e Comissão Municipal de Agricultura também estão juntos pelo andamento do projeto.

Para a abertura da 13ª Festa do Peixe, por solicitação de Délia Razuk, é esperada a visita do coordenador de Pesca e Agricultura do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), César Moura, para falar sobre o assunto.

“Destaco que o César Moura tem nos apoiado bastante para juntos acharmos uma solução para o frigorífico. A prefeita quer que seja encontrada uma saída e temos buscado isso”, pontuou. Em ativação plena, o Frigorífico teria capacidade para 5 mil toneladas por dia. O atendimento abrangeria a produção de cerca de 40 municípios do entorno de Dourados.

(Com informações da assessoria de imprensa da prefeitura de Dourados)

Veja Também
AGU diz que aumento do PIS/Cofins sobre combustível é constitucional
Suplementos made in MS têm clientes mundo afora
Queda na produção confirma dificuldade para recuperação da economia, diz CNI
Fundador do ReclameAQUI ministra palestra no projeto ‘Café com Negócios’
Veja dicas para montar uma pizzaria bem-sucedida
Governo recorrerá de decisão contra aumento de impostos
Consumidores de energia de MS serão ouvidos sobre qualidade do serviço
Terça, 25 de Julho de 2017 - 12h02Procura por passagem aérea doméstica cresce 1,96% em junho Oferta de voos pelas companhias aéreas, no entanto, recuou 0,68% na mesma base de comparação
BNDES lança editais para desestatizar MS Gás
Desempenho Industrial do Estado volta crescer
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
Rec banner - Patio central
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento