Menu
29 de maio de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Funcionalismo

Descontos no comércio para servidores públicos

Parceria válida até 2020 garante abatimento de 3% a 30% para o funcionalismo estadual

21 Abr2019Da redação12h00

Parceria do Governo do Estado com a Câmara de Dirigentes Logistas (CDL) oferece descontos que variam entre 3% e 30% para servidores públicos estaduais no comércio de Campo Grande. A parceria tem validade até 2020 e garante descontos na compra de produtos e serviços, em estabelecimentos associados a CDL, nas áreas da saúde, beleza, turismo, ótica, vestuário, restaurantes, livraria, embalagens, gráfica, lavanderia, treinamentos, entre outros.

Para consultar a lista das lojas parceiras e os descontos exclusivos direcionados aos servidores estaduais, basta acessar o Portal do Servidor e clicar no banner da parceria, disponível na lateral esquerda da página. De acordo com a CDL, para obter os descontos o servidor precisa apresentar um holerite atualizado.

Além dos benefícios ofertados através da parceria com a CDL, os servidores possuem um leque diversificado de opções, fruto de parcerias do Governo do Estado com diversas instituições da iniciativa privada. O secretário de administração e desburocratização, Roberto Hashioka, destaca que as parcerias firmadas nas áreas de educação, treinamento, aquisição de produtos ou prestação de serviços, são uma forma de oportunizar o desenvolvimento do servidor e de seus familiares, tanto para o lazer, quanto para qualificação.

Veja Também

Bolsonaro diz que auxílio emergencial deverá ter quarta parcela
Taxa de desemprego sobe para 12,6% em Abril, diz IBGE
Cidades do interior recebem R$ 1 milhão para melhorias de iluminação
Em queda pela quinta sessão, dólar fecha no menor valor em um mês
Petrobras aumenta diesel em 7% e gasolina em 5% nas refinarias
Abertas inscrições para 'Feira Online de Artesanato'
Movimento no comércio para o Dia dos Namorados deve ser 43% menor
Diferença de preços de produtos pet pode chegar a 250%
Pedro Juan Caballero corre risco de falir com 5 mil empresas fechadas
Caixa retoma pagamento do auxílio para 2,6 milhões nesta segunda