Menu
15 de dezembro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Mega Banner Pátio Central - Natal
Campo Grande

Curso de ovos de Páscoa atende pessoas em vulnerabilidade

Oficinas atendem 600 pessoas de várias regiões pobres de Campo Grande

14 Mar2018Da redação13h00

A primeira-dama de Campo Grande e gestora do Fundo de Apoio a Comunidade (FAC), Tatiana Trad, e a vice-prefeita Adriane Lopes, fizeram a abertura oficial das oficinas do projeto “Páscoa para Viver e Ser Feliz”.  No ano passado foram atendidas 330 pessoas. Neste ano, pelo menos 600 pessoas de diversas regiões da Capital, que hoje vivem em situação de vulnerabilidade social e econômica, terão a oportunidade de participar das 16 oficinas de capacitação, que vão acontecer no refeitório do Instituto Mirim.

Antes de começar o curso, Tatiana Trad agradeceu a participação de todos os envolvidos. 

“Neste ano, o curso terá um diferencial, que é a complementação com ensinamentos de técnicas de vendas e utilização das redes sociais. Esta ferramenta que ajuda na divulgação dos trabalhos das alunas. É um trabalho profissionalizante e que aumenta a renda das famílias. O FAC e a SAS estão à disposição das famílias. Estamos promovendo este curso e temos certeza que será um sucesso, tanto no aprendizado, como nas vendas”, frisou Tatiana Trad.

A vice-prefeita Adriane Lopes enfatizou que hoje a prefeitura ensina as alunas a pescar, trabalhar e ganhar o próprio sustento. “As mulheres sairão deste curso como empreendedoras. Este é um trabalho que tem participação do FAC e da SAS. Estamos dando uma oportunidade para que as alunas aprendam e saiam do curso como profissionais e que possam fazer a diferença no mercado de trabalho”, comentou.

A professora do curso de confecção de ovos de Páscoa, Adir Diniz, é funcionária da SAS e gosta de ensinar culinária. “Vou passar para as alunas o melhor da confecção dos ovos de páscoa. Não é só na páscoa que se trabalha com chocolate. Este trabalho pode ser feitos em outras datas especiais, como o dia das mães, dia dos pais e no Natal. Estas técnicas que as alunas aprenderão podem ser feitas em casa”, enfatizou a professora, acrescentando “Saia da crise, sem sair de casa”.

Para Terezinha Pereira das Silva, o curso vai melhorar a renda da família. “Este curso é um grande incentivo para que não tem possibilidade de trabalhar para fora. Dentro de casa vamos trabalhar e aumentar a renda familiar”, aposta.

Dona Juliana Silva Ferreira reforçou que o curso, além do aprendizado vai melhorar a renda das famílias. “Tenho crianças pequenas não tenho com quem deixar. Vou trabalhar em casa cuidar da família e fazer os serviços de casa”.

O curso oferece Kit completo com touca, luvas, avental. As alunas receberam dois kits para fazer os ovos de páscoa em suas casas. Também terão apostilas e ao final do curso, previsto para terminar no dia 24 deste mês irão receber os certificados.

Cada Kit custa R$50,00 e da Fundação espera atrair doações de empresários para aquisição dos mesmos. Quem puder contribuir doando o valo correspondente para a compra do Kit, pode procurar a secretaria do FAC, na Rua Anhanduí, 294, centro ou pelo telefone 3314-3248.

Veja Também

Fazenda defende venda direta de etanol do produtor para os postos
Contribuinte tem até sexta para pagar ICMS com desconto de até 90%
Governador e embaixador do Chile discutem estratégias para Corredor Bioceânico
Frigorífico multado por poluir córrego
Governo lança tecnologia para produzir 1º carro híbrido flex do mundo
Contribuinte tem mais 10 dias para aproveitar Refis da prefeitura
Economia Campo Grande tem a menor inflação dos últimos 18 anos Habitação, Transportes e Despesas pessoais foram os vilões
Petrobras reduz em 1,50% preço de gasolina nas refinarias
Começa do Abono Salarial PIS de 2017
Contribuintes com débitos de ICMS já podem aderir ao Refis 2018