Campo Grande •20 de Outubro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Rota das Estações - Primavera

Da Agência Brasil | Terça, 25 de Julho de 2017 - 08h45Copom inicia hoje reunião para definir taxa de juros; Selic pode cair para 9,25%Hoje, pela manhã, o presidente do BC, Ilan Goldfajn, e diretores do banco analisam o mercado

Banco Central vai analisar o mercado e a conjuntura econômica para decidir sobre a taxa Selic
Banco Central vai analisar o mercado e a conjuntura econômica para decidir sobre a taxa Selic (Foto: Agência Brasil)

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) inicia hoje (25), em Brasília, a quinta reunião do ano para definir a taxa básica de juros, a Selic. Instituições financeiras, consultadas pelo BC, esperam que a Selic seja reduzida em 1 ponto percentual caindo para 9,25% ao ano.

Hoje, pela manhã, o presidente do BC, Ilan Goldfajn, e diretores do banco analisam o mercado. À tarde, é feita a análise de conjuntura. Amanhã (26), à tarde, no segundo dia de reunião, após estudo da perspectiva para a inflação e das alternativas para a Selic, a diretoria do BC define a taxa. A decisão será anunciada às 18h. Para o mercado financeiro, a Selic continuará a ser reduzida em 2017, encerrando o período em 8% ao ano.

A taxa Selic vem sendo diminuída desde outubro do ano passado, quando passou de 14,25% para 14% ao ano. Em novembro, houve mais um corte de 0,25 ponto percentual, seguido por reduções de 0,75 ponto percentual em janeiro e em fevereiro. O Copom acelerou o ritmo de cortes para 1 ponto percentual nas reuniões de abril e maio. Atualmente, a taxa está em 10,25% ao ano.

Com o aumento dos tributos sobre combustíveis, o mercado financeiro aumentou levemente a projeção para a inflação, após sete reduções seguidas. Entretanto, a projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) continua abaixo do centro da meta a ser perseguida pelo BC, que é 4,5%. Para o mercado financeiro, a inflação vai encerrar 2017 em 3,33%.

A Selic é um dos instrumentos usados para influenciar a atividade econômica e consequentemente a inflação. Quando o Copom diminui os juros básicos, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle sobre a inflação.

Veja Também
BC lança campanha para uso consciente do cartão de crédito
Deputados pedirão liminar para JBS retomar abates
Um terço das lavouras estão semeadas
Grupo quer instalar fábrica de carros elétricos na Capital
Atividade econômica tem queda de 0,38% em agosto, após dois meses de crescimento
JBS paralisa compra e abate de bovinos no Estado
Refis: obrigações acessórias de ICMS podem ser parceladas
Caixa e BB antecipam em dois dias pagamento do PIS/Pasep a correntistas
Refis estadual é o último pelos próximos quatro anos
Boletim Focus prevê inflação de 3% para este ano, segundo Banco Central
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento