Menu
24 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
Campo Grande

Contribuinte pode separar taxa do lixo do IPTU

Esclarecimento foi prestado em reunião com integrantes da OAB-MS na Capital

8 Jan2018Da redação18h30
Integrantes da OAB-MS e secretários da prefeitura discutiram cobrança da taxo do lixo em reunião nesta segunda-feira (Foto: Gerson Walber/Assessoria de Imprensa OAB-MS)
  • Cobrança da taxa do lixo leva em consideração três parâmetros: área construída, uso do imóvel e perfil socioeconômico, segundo a prefeitura
  • Integrantes da OAB-MS e secretários da prefeitura discutiram cobrança da taxo do lixo em reunião nesta segunda-feira (Foto: Gerson Walber/Assessoria de Imprensa OAB-MS)
  • (Foto: Gerson Walber/Assessoria de Imprensa OAB-MS)
  • (Foto: Gerson Walber/Assessoria de Imprensa OAB-MS)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)

O contribuinte de Campo Grande pode pagar a taxa de lixo em separado do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). O esclarecimento foi prestado na tarde desta segunda-feira, 8 de janeiro, por secretários da prefeitura aos integrantes da comissão de assuntos tributários da Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do Sul (OAB-MS).

Durante a reunião, um dos questionamentos levantados foi a possibilidade do contribuinte pagar a taxa apenas em março, o que foi esclarecido que é possível, embora o contribuinte perca o desconto. “As pessoas que assim quiserem podem ir a Central de Atendimento ao Cidadão ou a Central do IPTU e solicitar o desmembramento da taxa de lixo do IPTU e assim gerar um novo boleto. Quem pagar até dia 10, vai ter desconto de 20% do total”, explicou o procurador-geral do Município, Alexandre Ávalo. Dessa forma, quem deixar para pagar a taxa somente em março perde os descontos.

A cobrança da taxa do lixo leva em consideração três parâmetros: área construída, uso do imóvel (residencial, comercial, industrial entre outros) e o perfil socioeconômico do imóvel.  “Deste modo, levando em consideração diversos fatores, entendemos que está sendo feita a cobrança de forma justa, tanto social, quanto tributária”, frisa o secretário de Meio Ambiente e Gestão Urbana, José Marcos da Fonseca.

O secretário de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, considerou o debate significativo para esclarecer alguns pontos que geram dúvida ao contribuinte. “Nosso objetivo é atender todas as questões colocadas pela sociedade. Quem quiser fazer o desmembramento, pode fazer. A determinação é de que nosso pessoal trabalhe até o atendimento do último contribuinte para que ninguém sinta-se lesado”, justificou, ressaltando que os servidores estão à disposição para atender todos os contribuintes.

Os recursos arrecadados com a cobrança da taxa estão previstos no art. 1º da Lei complementar, nº 308, de 28 de novembro de 2017, e serão utilizados exclusivamente para o pagamento da despesa municipal com a coleta, remoção e destinação de resíduos sólidos domiciliares.

A base de cálculo da taxa da coleta, remoção e destinação de resíduos sólidos domiciliares foram apuradas conforme valor constante nas Tabelas da Lei Complementar, observados ao Manual de Cadastro Imobiliário e levado em consideração os fatores: perfil socioeconômico do local do imóvel e o uso predominante do imóvel que poderá ser: residencial, comercial, industrial, serviço, misto, público, territorial, área edificada e área do terreno.

O reajuste anual da Taxa de Coleta, Remoção e Destinação de Resíduos Sólidos são automáticos e corresponderá a seguinte fórmula: Reajuste = (0,40 x IGPM) + (0,60x SB), onde: IGP-M = variação anual do Índice Geral de Preços do Mercado. SB = Variação anual do valor do salário base do coletor a ser fornecido pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Asseio e Conservação de MS – STEAC/MS.

Serviço:

A Central de Atendimento ao Cidadão fica na Rua Marechal Candido Mariano Rondon, 2655 - Centro.

A Central do IPTU está localizada na rua Arthur Jorge nº 500 – Centro, ao lado do Paço Municipal.

Veja Também

Em MS, 70% vão às compras para o Dia das Mães
Governo pode adiar reajuste dos servidores, diz ministro da Fazenda
Brasil terá perda de 30% nas exportações de frango para a Europa
MS tem dois frigoríficos embargados pela Europa
Petrobras aumenta preços de combustíveis nas refinarias
MS teve recorde de exportação
Banco Central estuda criar sistema de pagamento instantâneo
Economia Confiança do empresário recua pela primeira vez após oito meses No cálculo do índice, valores abaixo de 50 pontos indicam falta de confiança do empresário
Contribuinte pode obter ajuda para declarar IR no Pátio Central
Projeto garante isenção de IR para indústrias de MS