Menu
24 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
Três Lagoas

Conselho que corrige valores de IPTU já avaliou vários terrenos

Comissão foi criada para corrigir valores que eram cobrados acima do devido

14 Mai2017Da redação16h00

A Comissão de Valores Venais Imobiliários para Base de Cálculo de IPTU do ano de 2017, criada no último mês, por meio do decreto 112 do dia 30 de março, já avaliou vários terrenos em Três Lagoas. A comissão foi criada para corrigir o valor cobrado no IPTU de terrenos que vinham sendo cobrados muito acima do devido.

De acordo com o diretor da Comissão, Juscelino Alves de Carvalho a segunda reunião foi de grande proveito e adiantou alguns levantamentos. “Já fizemos algumas analises e sugestões de alterações em alguns lotes. O próximo passo será as edificações.”, explicou Juscelino. O resultado do trabalho do conselho será levado à Prefeitura que será incumbida de dar prosseguimento aos reajustes.

A comissão foi composta por seis servidores da SEFIRC e um membro da sociedade civil. Presidirá a comissão o diretor da Diretoria Técnica e de Receita, Juscelino Alves de Carvalho. Os outros membros são Emerson Paulo Barbosa – Departamento de Receita e Fiscalização, Toniel Carlos Fernandes dos Santos – Departamento de Tributação, Maryliani Rodrigues dos Santos – Departamento de Tributação, Elaine Aparecida Rocha – Departamento de Tributação, Rodrigo Pelho Rizzo – Departamento de Obras e Luciane Geraldi Queiroz Gorga – Corretora de Imóveis CRECI 4309.

A próxima reunião do conselho já está agendada para a próxima terça-feira (16) e deve acontecer semanalmente.

Veja Também

Em MS, 70% vão às compras para o Dia das Mães
Governo pode adiar reajuste dos servidores, diz ministro da Fazenda
Brasil terá perda de 30% nas exportações de frango para a Europa
MS tem dois frigoríficos embargados pela Europa
Petrobras aumenta preços de combustíveis nas refinarias
MS teve recorde de exportação
Banco Central estuda criar sistema de pagamento instantâneo
Economia Confiança do empresário recua pela primeira vez após oito meses No cálculo do índice, valores abaixo de 50 pontos indicam falta de confiança do empresário
Contribuinte pode obter ajuda para declarar IR no Pátio Central
Projeto garante isenção de IR para indústrias de MS