Menu
2 de junho de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Consumo

CNC estima queda histórica de vendas na Páscoa

Perda pode representar R$ 738 milhões para setor de comércio

6 Abr2020Da Redação20h01

A Páscoa é uma das mais importantes datas do comércio brasileiro. O presidente da CNC, José Roberto Tadros, comentou que no início do ano este cenário era inimaginável e acrescentou que esse desempenho é um efeito do isolamento social no setor.

A medida foi indicada pelo Ministério da Saúde e adotado por governos estaduais e municipais no combate ao agravamento da contaminação. “Os efeitos da pandemia de Covid-19 restringiram dramaticamente o fluxo de consumidores nas lojas. Há registro de quedas de 35% no comércio de rua e de 50% nos shopping centers ao longo do mês passado”, explicou.

O economista da CNC, Fábio Bentes, responsável pelo estudo, destacou a influência do aumento do dólar e a aversão ao crédito, por parte do consumidor, para o consumo dos produtos considerados não essenciais. Na visão de Bentes, haverá também efeitos no mercado de trabalho.

“Estes acabam sendo problemas de menor magnitude perto dos efeitos negativos que a crise deverá provocar sobre o mercado de trabalho e, consequentemente, sobre a confiança dos consumidores quanto ao consumo não essencial”.

Com Informações: Agência Brasil

Veja Também

Auxílio já pode ser sacado por quem faz aniversário em março
Saque de auxílio está disponível para quem nasceu em fevereiro
Comércio prepara Dia Livre de Impostos
Intenção de consumo na Capital atinge menor nível desde setembro
Metade dos contribuintes entregou declaração do IR
Saque aniversário do FGTS poderá ser usado para garantir empréstimos
Laboratório de Inovação iniciado pelo Sebrae-MS completa 4 anos
Só 36 municípios se habilitam para o ICMS Ecológico
Caixa abre 39 agências em MS neste sábado
Governo defende reformas após a pandemia para recuperar o PIB