Menu
24 de maio de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Super Banner TCE - Combate à corrupção
Economia

Crescem exportações de carne bovina

Mês de novembro registrou aumento de vendas para exterior

7 Dez2018Da redação09h09

Com a movimentação de 158.240 toneladas em novembro, crescimento de 12% em relação ao mesmo mês de 2017, que contou com 141.225 toneladas, as exportações totais de carne bovina (in natura + processada) estão mantendo a previsão da ABRAFRIGO de um crescimento de 10% nas exportações brasileiras do produto neste ano. Já as receitas devem ficar um pouco abaixo do volume: em novembro alcançaram US$ 618 milhões, contra US$ 589,8 milhões em 2017, aumento de 5%. As informações são da Associação Brasileira de Frigoríficos (ABRAFRIGO), que compilou os dados fornecidos pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), através da SECEX/DECEX.

No acumulado do ano até novembro, o volume já alcançou 1 milhão 486 mil toneladas exportadas contra 1 milhão 349 mil toneladas no mesmo período de 2017, num aumento de 10%, enquanto que as receitas atingiram a US$ 5,96 bilhões. No ano passado elas foram de US$ 5,5 bilhões, com elevação de 8%, portanto.

A China continua sendo a grande responsável pelo bom desempenho da carne bovina nas exportações brasileiras. Em 2017, até novembro, as importações chinesas via cidade estado de Hong Kong e as realizadas pelo continente somaram 428.567 toneladas com receita de US$ 2,04 bilhões. Em 2018, no mesmo período, elas atingiram a 656.393 toneladas com receita de US$ 2,68 bilhões. Com isso a China elevou sua participação total nas vendas brasileiras do produto de 37,7% em 2017 para 43,9% em 2018. O Egito também elevou suas compras de 138.360 toneladas para 166.403 (+20.3%) enquanto o Chile importou 56.208 toneladas em 2017 e 103.529 em 2018 (+84%). A maioria dos países integrantes da União Europeia também elevou suas aquisições de carne bovina do Brasil em 2018; os mais representativos foram a Alemanha (+ 12,6%); Espanha (+ 24,7%); Reino Unido (+ 12,9%). No total do acumulado até novembro 108 países ampliaram suas importações do Brasil enquanto outros 54 apresentaram redução.

 

Veja Também

Empresários: prazo para informar responsável técnico termina no dia 3
Economia Após reforma da Previdência governo quer avançar em privatizações Guedes disse que privatizações vão travar gastos com juros da dívida
Caixa chama candidatos aprovados no concurso de 2014
Mais de 2 milhões ainda não sacaram abono salarial ano-base 2017
Previsões para o crescimento da economia estão cada vez menores
Senai projeta maior procura por energia solar com descontos no IPTU e ISS
Sefaz discute cronograma para implantar Programa Nota Fiscal Pantaneira
Tesouro Direto paga valor recorde de R$ 9 bi em vencimento de título
BNDES registra lucro de R$ 11,1 bilhões no primeiro trimestre de 2019
Bioceânica movimentará até US$ 1,5 bi