Menu
19 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner ALMS - Parlamento Jovem
Exportação

Carne para os americanos

Frigoríficos do MS embarcam primeiro contêiner para os EUA

19 Set2016Laureano Secundo07h14

Após a abertura do mercado americano para o Mato Grosso do Sul foi enviado nesta semana o primeiro contêiner de carne bovina in natura para os EUA. A carne exportada é proveniente da produção dos dias 14 e 15 de setembro da unidade de Bataguassu, no Mato Grosso do Sul. Nas outras cinco unidades já listadas para os EUA a produção começará de acordo com o programa produtivo da Companhia.

A abertura do mercado americano a indústria brasileira terá uma oportunidade para ocupar parte significativa da quota, sem taxação, de 64 mil toneladas destinadas ao Brasil e outros países da América Latina. Esse volume nunca foi totalmente atingido, e que alguns dos países que atualmente usam a maior parte dele terão acesso ilimitado ao mercado americano a partir de 2020, como consequência da implementação do CAFTA, liberando ainda mais espaço para a carne brasileira.

A exportação de carne in natura brasileira aos EUA é resultado do empenho do Ministério da Agricultura que com agilidade e desburocratização do sistema conseguiu, em tempo recorde, efetivar a abertura do mercado americano e, em apenas 45 dias após a assinatura da abertura do mercado, o Brasil embarca o primeiro contêiner de carne in natura para os EUA.

As equipes da Divisão Beef no Uruguai e da Divisão Keystone nos EUA contribuíram para que a Marfrig pudesse ser a primeira empresa brasileira a exportar carne bovina in natura aos EUA. 

Veja Também